Giro d’Itália: Primoz Roglic vence CRI e Brambilla permanece líder

Saiba como!

Após perder o crono de abertura por centésimos de segundo para Tom Dumoulin, Primoz Roglic da equipe LottoNL-Jumbo, venceu de forma convincente o segundo CRI do Giro d’Itália, com 40km cheios de curvas, subidas e descidas em impressionantes 51min45seg. O ex-recordista mundial da hora, Mathias Brandle (IAM Cycling) foi o segundo e o norueguês revelação, Vegard Stake Laengen, também da IAM Cycling, em terceiro.

O Pódio:

O esforço solitário do esloveno Roglic foi em meio à chuva que durou todo o dia e que se acentuou depois, atrapalhando ainda mais os tempos dos últimos atletas que largaram mais tarde. Com isso, entre os atletas que brigavam pela Maglia Rosa (que são os últimos a largar), apenas o jovem Bob Jungles (Etixx-QuickStep) conseguiu ficar entre os 10 primeiros, estando agora a 1 segundo da liderança geral e mostrando estar em grande forma.

Melhores resultados de Primoz Rogli

 
GC Tour d’Azerbaïdjan  (’15)
  GC Tour de Slovénie  (’15)
 stage Giro d’Italia  (’16)
2x stage Tour d’Azerbaïdjan  (’15, ’14)
 stage Tour of Qinghai Lake  (’15)
2nd GC Tour of Croatia  (’15)
 stage Tour de Slovénie  (’15)
4th GC Tour of Qinghai Lake  (’15)

A surpresa do dia ficou foi, mais uma vez, Gianluca Brambilla, o atual Maglia Rosa surpreendeu novamente e manteve a liderança do Giro, ele lutou bravamente em meio à chuva e à estrada sinuosa e conseguiu reter a camisa de líder, ele esperava perder a liderança hoje, mas fez o máximo para que isso não acontecesse e deu certo.

Classificação dos 5 primeiros da etapa:

1. si
ROGLIč Primož
Team LottoNL – Jumbo
00:51:45
2. at
BRäNDLE Matthias
IAM Cycling
0:10
3. no
STAKE LAENGEN Vegard
IAM Cycling
0:17
4. ch
CANCELLARA Fabian
Trek – Segafredo
0:28
5. ru
VOROBYEV Anton
Team Katusha
0:30

Classificação geral após a etapa:

1. it
BRAMBILLA Gianluca
Etixx – Quick Step
34:33:04
2. lu
JUNGELS Bob
Etixx – Quick Step
0:01
3. cr
AMADOR Andrey
Movistar Team
0:32
4. nl
KRUIJSWIJK Steven
Team LottoNL – Jumbo
0:51
5. it
NIBALI Vincenzo
Astana Pro Team
0:53

Veja a classificação completa aqui!

A meta dos ciclistas da geral era limitar perdas e riscos, pois com tanta chuva e asfalto molhado a quantidade de quedas foi grande. O russo Ilnur Zakarin (Katusha) caiu duas vezes e acabou escorregando na classificação, ele fazia um dos melhores tempos hoje.

Outro favorito da etapa de hoje, Tom Dumoulin, disse ter evitado acelerar muito nas curvas para não cair, ele chegou apenas na 15a posição. Não é uma má ideia, visto que ainda temos duas semanas de competições.

Confira o strava do gregário da movistar e vencedor da categoria montanha no Giro 2015, Giovanni Visconti:

strava

Ciclistas importante abandonam o Giro

Ontem, após a etapa, foi comunicado que o velocista Marcel Kittel (Etixx-QuickStep) deixaria a prova para se recuperar para o resto da temporada. Kittel teve um ano de 2015 bastante difícil e parece querer descontar tudo esse ano, os adversários que se cuidem. Além de Kittel, Elia Viviani (Sky) acabou saindo também depois de chegar acima do limite de tempo de conclusão da etapa permitido. Com isso, as próximas etapas com sprint final (que serão poucas) devem privilegiar os poucos velocistas ainda na prova, como Andre Greipel (Lotto Soudal) que lidera a classificação por pontos.

Outro ciclista a abandonar foi Fabian Cancellara (Trek), o ciclista que estava tentando se recuperar de um começo de Giro complicado devido a problemas de saúde, era um dos favoritos para a etapa de hoje, mas foi o quarto. Decepcionado o atleta abandonou, segundo o gerente geral da equipe Trek, Luca Guercilena, “Cancellara não conseguiu se recuperar totalmente da febre que o acompanha desde os primeiros dias do Giro, normalmente em uma etapa de contra-relógio como esse ele estaria entre os três melhores”. Depois da prova Cancellara, visivelmente decepcionado, disse que seria melhor se recuperar para o restante da temporada.

Cancellara (Trek-Segafredo) (Tim de Waele/TDWSport.com)
Cancellara (Trek-Segafredo) (Tim de Waele/TDWSport.com)

Segundo dia de descanso

Nesta segunda-feira, os atletas finalmente desfrutam do descanso, após uma semana pesada, onde eles enfrentaram os mais variados tipos de situações: montanhas, estradas de terra, etapas com chuva e vento cruzado e um crono complicadíssimo. O dia de descanso será bom, também, para várias equipes avaliarem a estratégia e analisar dados, averiguar qual a atual condição dos atletas e traçar metas para as próximas duas semanas.

Veja aqui nossa análise das 10 primeiras etapas.
Veja aqui os principais favoritos para vencer o Giro.
Assista o Giro online.

As equipes americanas Cannondale e Trek serão dessas equipes com muito trabalho tático para estudar. Rigoberto Uran (Cannondale) fez um crono irreconhecível hoje e saiu fora dos top 10 da geral, já Ryder Hesjedal (Trek) está longe na geral, mas costuma crescer muito nas duas últimas semanas. De certo apenas que ambos vão precisar de longas fugas (e sorte) para continuar sonhando com a Maglia Rosa.

Próxima etapa

A décima etapa, com 219km, será complicada! Contendo 4 montanhas categorizadas, sendo a penúltima de cat. 1 e terminando a 16km do final, pode proporcional a formação de um grupo seletivo. A chegada é em uma subida de cat. 3, mas com o cansaço acumulado da etapa é provável que um atleta em boas condições possa chegar escapado neste final. Os atletas da geral que foram mal no crono devem entrar nas fugas do dia e as equipes terão grande trabalho para trazê-los de volta para o pelotão, vai ser uma etapa pesada.

Perfil da décima etapa:

É esperar pra ver!

Abaixo o vídeo com melhores momentos, fotos e entrevistas.

Resumo da etapa:

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Entrevista com Gianluca Brambilla, após a etapa de hoje:

Entrevista com o vencedor da etapa, Primoz Roglic:

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta