Tour de France: Cavendish vence etapa e veste a camisa amarela

Saiba como!

Pela vigésima sétima vez Mark Cavendish (Dimension Data) venceu uma etapa no Tour de France, e por incrível que pareça, ele nunca havia vestido a tão sonhada Le Malliot Jaune! Agora ele lidera o Tour pela primeira vez em sua carreira, e segundo ele “um orgulho e uma felicidade imensa por ter conseguido vestir a camisa de líder”.

Quem se esforçou muito no sprint final foi Peter Sagan (Tinkoff-SaxoBank), o campeão mundial fez muita força nos metros finais e veio lado a lado com Marcel Kittel (Etixx-QuickStep), mas Cavendish estava na roda do campeão mundial e arrancou mais forte ainda para a vitória. Sagan ficou com a terceira posição e Kittel em segundo.

Contador vive drama logo no primeiro dia

Um dos favoritos para a vitória geral da volta, Alberto Contador (Tinkoff-SaxoBank) gostaria que essa fosse apenas uma etapa para esquecer, com 78km para o final da jornada, o espanhol vinha em alta velocidade entre as primeiras posições no pelotão, quando houve uma curva em S, Contador derrapou sozinho e foi ao chão, se chocando com a sarjeta e rolando até a via em sentido contrário, foi um baita tombo! Sua roupa ficou toda rasgada e vários atletas que vinham atrás também caíram. Entre eles, estavam os gregários de Froome, Geraint Thomas e Luke Rowe, Contador teve que trocar de bike em seguida e teve quatro atletas para ajudá-lo a retornar ao pelotão.

Durante a etapa, após o tombo, Contador teve auxílio médico em movimento, para avaliar a gravidade dos ferimentos, e retornou ao bloco principal sem maiores problemas. É difícil avaliar as reais condições do espanhol e se o tombo irá influenciar em seu rendimento, mas é certo que quedas na primeira semana do Tour tem tirado muitos atletas da disputa todos os anos.

Mais imagens da queda de Contador (Fotos: Tim de Waele e Bettini)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Confira o vídeo da queda de Alberto Contador:

Como a etapa se desenvolveu

A largada do Tour de France, chamada de “Grand Départ”, ocorreu com muitas festividades com o belíssimo Mount Saint Michel ao fundo, e o chefão da ASO, Christian Prudhomme homenageando ciclistas ex-combatentes de guerra (a região é famosa por ter sido onde aconteceram importantes batalhas na segunda guerra mundial).

Ao término da festa começaram as “hostilidades”, e mal a bandeira de largada abaixou e já saíram ataques para todo lado, pois, afinal, conseguir as camisas de metas e montanha na primeira etapa é mais fácil do que conseguir mais tarde, e vários ciclistas tentaram se desgarrar do bloco principal. Uma fuga com 5 atletas se formou, eram eles: Jan Barta e Paul Voss (Bora-Argon 18) , Leigh Howard (IAM Cycling), Alex Howes (Cannondale) e Anthony Delapace (Fortuneo-Vital Concept), e seguiram durante todo o estágio. Ao final, Delapace e Howes foram os últimos a serem alcançados pelo pelotão, com Paul Voss sendo o novo líder de montanha e Delapace recebendo as honras de ciclista mais combativo do dia.

sptdw8046_670
A fuga do dia: Jan Barta e Paul Voss (Bora-Argon 18) , Leigh Howard (IAM Cycling), Alex Howes (Cannondale) e Anthony Delapace (Fortuneo-Vital Concept) (Imagem: Tim de Waele).

O pelotão foi encabeçado principalmente por Lotto-Soudal e Etixx-QuickStep, que viam a chance de vitória nas mãos de Greipel e Kittel, respectivamente. Ao final do dia, uma chegada em massa, com velocidade muito alta, e com algumas quedas. Edvald Boasson Hagen (Dimension Data) posicionou Mark Cavendish com perfeição para o sprint e este seguiu na roda de Sagan que partiu com muita sede ao pote e muito cedo, Cavendish não hesitou e partiu para cima de Sagan e Kittel na hora exata, abrindo a distância necessária para vencer sua vigésima sétima etapa do Tour de France em sua carreira, e que vitória!

Melhores momentos da etapa:

Mais imagens da etapa (Fotos: Tim de Waele e Bettini):

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja tudo sobre as etapas aqui.

Resultados

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta