Tour de France: Dumoulin vence etapa rainha, Froome segue firme na liderança

Saiba como!

Tom Dumoulin (Giant Alpecin) mostrou porque é considerado um dos maiores passistas do mundo na atualidade e venceu hoje, escapado, a etapa rainha do Tour 2016. O ciclista holandês bateu um forte grupo que o acompanhava na fuga e que continha várias estrelas. Em sua perseguição chegaram Rui Costa (Lampre Merida) e Rafal Majka (Tinkoff).

Chris Froome (Sky), no comando de sua forte equipe, controlou a etapa e manteve a camisa de líder, ele tentou várias vezes escapar na subida final, mas não foi feliz nas tentativas. Ele continua na liderança com o compatriota Adam Yates (Orica-BikeExchange), em segundo, a 16 segundos, após 9 dias e mais de 1.800 km de competição.

Amanhã os ciclistas desfrutam do primeiro dia de descanso em Andorra. Eles farão aquele rolê leve de 60 km para recuperar as pernas e então, na terça, encaram a segunda semana do Tour.

Como a etapa se desenvolveu

A etapa rainha deste Tour começou com o abandono de Alberto Contador. O ciclista da equipe Tinkoff-Saxo Bank disse ter tido febre durante a noite e decidiu abandonar a prova, ele já havia sofrido 2 fortes quedas na competição e vinha sofrendo muito nas etapas, foi um autêntico guerreiro, como sempre foi. Antes de abandonar ele ainda atacou o pelotão no começo da etapa, mas foi o tiro de misericórdia, sem forças para seguir e com Valverde e Henao em sua roda, ele foi pego pelo pelotão e, após conversar com a equipe, decidiu abandonar.

Momento da tentativa de fuga de Alberto Contador.
Momento da tentativa de fuga de Alberto Contador.

 

Leia mais sobre o abandono de Alberto Contador aqui.

A fuga do dia contava com nomes de peso, e foi considerada a mais forte da competição até aqui, eram eles: Alejandro Valverde, Winner Anacona, Jesus Herrada (Movistar), Diego Rosa, Luis Leon Sanchez (Astana), Rafal Majka, Peter Sagan (Tinkoff), Alexis Vuillermoz (AG2R-LaMondiale), George Bennett (Lotto-Jumbo), Mathias Frank, Stef Clement, Jérôme Coppel (IAM), Natnael Berhane (Dimension Data), Tom Dumoulin (Giant), Thibaut Pinot (FDJ), Rui Costa, Tsgabu Grmay (Lampre-Merida), Thomas De Gendt, Tony Gallopin (Lotto-Soudal), Dani Navarro, Nicolas Edet (Cofidis).

sptdw5012_670
Sky controlou a etapa, mostrando sua força (Tim de Wale).

O ritmo foi insano durante toda a etapa, e o Team Sky controlou o pelotão com maestria. A etapa rainha deste Tour foi uma legítima mostra da força de Tom Dumoulin, ele esperou a hora certa para atacar, após vários tentativas de Dani Navarro (Cofidis) que atacou 5 vezes em menos de 5km e acabou não tendo forças para seguir Dumoulin quando este acelerou forte antes de começar a subida final.

Arcalis é uma subida que privilegiava Dumoulin, ele é um atleta de passo forte, e a subida brutal em solo de Andorra, possui inclinação constante, sem picos, o que favorece um passo firme e sem variações, adequado para atletas como Dumoulin. Ao abrir quase 1 minuto sobre seus perseguidores, este não foi mais alcançado, estava em seu “habitat natural”: estrada livre e passo forte, venceu de maneira incontestável.

gettyimages_545833018_1_670
A maior parte da etapa aconteceu em Andorra, região montanhosa na divisa com a França e Espanha (Tim De Waele).

No pelotão dos favoritos, 8 minutos mais tarde, os gregários de Froome mantinham o ritmo forte e constante, (com Mikel Landa, Wolter Poels, Geraint Thomas, Mikel Nieve e Sergio Henao) e os ataques só começaram nos últimos 5 km, quando Daniel Martin acelerou forte, Froome atacou em seguida, depois Richie Porte…. Foi um ataque atrás do outro, e apenas Quintana não atacou! O que mostra que o atleta correu de maneira consciente, guardando suas energias para quando houver uma montanha com melhores características para seu perfil, pois não aparentava cansaço ou desconforto, apenas seguia Froome onde quer que ele fosse.

Fabio Aru sentiu o ritmo forte e cortou, mas os outros favoritos perderam pouco tempo hoje e poucas alterações aconteceram na geral, um fato raro para uma primeira escalada no Tour, que geralmente causa o caos na CG.

Destaque para o líder dos jovens talentos, Adam Yates (Orica-BikeExchange) que seguiu os líderes até a meta e bateu a chegada junto com Froome e Quintana, mesmo após ter sofrido uma queda brutal com a queda do pórtico de 1km na sétima etapa, ele ainda vai dar trabalho!

gettyimages_545842302_670
Adam Yates batendo a chegada dos líderes da CG (Tim De Waele).

Confira os melhores momentos da etapa de hoje:

Confira mais imagens da etapa (créditos: Getty Images, Tim De Waele e Bettini Photo):

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja tudo sobre as etapas aqui.

Resultados

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta