Tour de France: Sagan vence a terceira e Froome segue líder

Saiba como!

Etapa de transição no Tour e ninguém quis saber de tirar o pé do acelerador, média de quase 46km/h para o grupo da frente que viu Peter Sagan (Tinkoff-SaxoBank) vencer sua terceira etapa nesta edição da volta francesa. O eslovaco venceu por uma estreita margem o norueguês Alexander Kristoff (Katusha) que viu a vitória sair de suas mãos por poucos milímetros.

Na terceira colocação outro norueguês, Sondre Holst Enger (IAM Cycling), que é o ciclista mais novo deste Tour e consegue o enorme feito de subir no pódio de uma etapa em sua estréia. Ele é conhecido por vencer uma etapa do Tour da Croácia esse ano e fazer uma celebração dançando de forma muito engraçada, confira aqui.

O chefe da volta continua Chris Froome, que desfrutará amanhã de mais um dia de descanso com a camisa amarela, e na quarta-feira uma etapa de alta montanha é aguardada.

A etapa foi marcada pela longa fuga dos atletas da equipe Etixx-QuickStep, Julian Alaphilipe e do tri-campeão mundial de crono, Tony Martin. Eles escaparam na largada altamente agressiva da etapa, com média horária de quase 50km/h no ínício do dia, mas o esforço da dupla foi em vão, visto que o pelotão voou baixo na etapa.

gettyimages_576858674_670
Alaphilipe e Martin fizeram a fuga do dia na base da coragem, 180km escapados a 45km/h de média (Getty Images).

Como a etapa se desenvolveu

Com um começo de etapa agressivo, digno das grandes clássicas, os ciclistas saíram para a última etapa “plana” deste Tour. Digo última etapa pois a etapa em Paris é uma situação à parte, onde apenas a última hora importa, e tudo está praticamente definido, Aqui haviam enormes possibilidades, para os sprinters de vencer uma das últimas etapas com alta probabilidade de ir para chegada e para os passistas de vencer a última etapa sem montanhas. Todos queriam andar forte, ainda mais com um descanso na sequência, sendo assim, a meta era clara: andar no limite o dia todo!

Com isto em mente, várias equipes pegaram a ponta hoje, a BMC para Greg Van Avermaet, que tinha características ideais para o final de etapa técnico, Lotto-Jumbo para Sep Vanmarck, Tinkoff para Sagan, Direct Energie para Adrien Petit e Astana pois ainda não fez nada nesse Tour. E foi justamente a Astana que perdeu a paciência com a longa fuga do dia e Tanel Kangert atacou com 22km para o final levando Thomas Voeckler consigo. A fuga foi neutralizada e Martin também,  e 1km mais tarde o ex-campeão mundial Rui Costa (Lampre Merida) atacou, abrindo pouco mais de 15 segundos e mantendo assim por mais de 15km (a quase 50 de média!) Mas com Dimension Data e Direct Energie na ponta, Costa foi neutralizado a 4km para o final.

20160718422_181549-b
Equipe BMC trabalhou muito durante a etapa a fim de levar Greg Van Avermaet à vitória, mas não deu certo ao final do dia (ASO).

Sep Vanmarck (Lotto-Jumbo) atacou na subida de paralelepípedos a 1700m para o final com Raimunas Navardauskas (Cannondale-Drapac) na roda, abrindo uma distancia considerável, mas o grande ciclista especialista em clássicas foi neutralizado quando Giant-Alpecin pegou a ponta para John Degenkolb.

Quem abriu o sprint final foi Alejandro Valverde (Movistar) na intenção de surpreender os velocistas, mas ele foi marcado instantaneamente. Kristoff saiu à direita de Valverde e passou muito forte, Sagan veio lado a lado com o norueguês, os dois brigaram até a linha de chegada, onde apenas o photo finish foi capaz de distinguir quem tinha vencido. Sagan conseguiu a vitória e agora está isolado na classificação da camisa verde, ele deve vencer em Paris pela 5 vez consecutiva e chegar perto do recorde de Erik Zabel que venceu 6 vezes a competição, entre 1996 e 2001.

 

bettiniphoto_0256879_1_2000px_670
Os bravos ciclistas da Etixx-QuickStep foram premiados como mais combativos do dia (Bettini Photo).

Confira os melhores momentos:

Veja também o vídeo on-board da etapa:

Confira mais imagens da etapa (Getty Images/Tim De Waele/Bettini Photo):

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja tudo sobre as etapas aqui.

Resultados

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta