Vuelta a España: Froome faz recuperação fantástica na subida final

Saiba como!

A montanha final da etapa de hoje era particularmente longa, com 30km e quase uma hora e meia de escalada, a subida aos belíssimos Lagos de Covadonga começava com um “falso plano” e ia ficando mais inclinada ao longo da escalada.

O atual campeão do Tour de France e bronze nos Jogos Olímpicos do Rio, Chris Froome, surpreendeu a todos e sobrou há menos 10km para o final, necessitando de dois gregários para auxiliá-lo (Kennaugh e David Lopes), e seu ritmo continuava caindo. Neste momento a Sky elegeu Konig como novo líder e este foi o único a ficar no grupo dianteiro, sem ajudantes, e caso Froome não retornasse, Konig seria o capitão da equipe.

Mas, Froome não desanimou e começou a pegar  um por um na subida, acabando em terceiro na etapa, uma recuperação fenomenal! Ele passou até mesmo Alberto Contador, Alejandro Valverde e Esteban Chaves, todos tentaram ir na sua roda, mas cortaram! Uma reação fantástica do campeão do Tour de France deste ano.

Esta reação foi inesperada por todos, até mesmo Alberto Contador, que atacou ao perceber que Froome estava em dificuldade, sofreu para ficar na roda do atleta da Sky.

Com o merecido descanso de amanhã, é provável que Chris Froome e seu time retornem na quarta com mais confiança e ainda acreditando no título da Vuelta. Para Nairo Quintana as próximas etapas de montanha serão decisivas, pois, em teoria, Froome faz um crono melhor que o colombiano, sendo assim, Nairo precisa abrir mais tempo na geral.

A diferença entre Nairo e Froome agora é de apenas 58 segundos, o que significa que o ciclista da Sky pode, em um dia bom, tirar esse tempo no crono da terceira semana. Sendo assim, a Movistar não vai aliviar as coisas nas próximas etapas, pelo contrário, eles vão para cima!

Saiba tudo sobre a etapa de hoje aqui.

Saiba Tudo sobre a Vuelta aqui!

20165683_330779_670
Chris Froome rodeado por seus companheiros do Team Sky na etapa de hoje.

Veja os últimos 40 quilômetros:

 

Comentários

Be the first to comment

Deixe uma resposta