Vuelta a España: Quintana vence e assume a liderança

Saiba como!

A chegada aos Lagos de Covadonga foi a etapa mais dura da Vuelta a España até o momento e mostrou que o colombiano Nairo Quintana (Movistar), realmente, é o homem a ser batido. Ele lançou um ataque muito forte na etapa de hoje e não deu chances para seus adversários, vencendo a etapa e assumindo a liderança da competição.

Saiba Tudo sobre a Vuelta aqui!

sptdw8057_670
Esteban Chaves (Orica-BikeExchange) sofreu muito na etapa e teve um dia ruim, mas sustenta a quarta colocação geral (TDW).

Quintana e Movistar mostram sua força

Após 9 dias dias de competição, poderíamos pensar que muitos ciclistas estavam mais pensando no dia de descanso de amanhã do que de fazer força hoje. Mas o que se viu o contrário, com uma etapa muito rápida, com média horária alta e muitos ataques. Uma fuga com 16 atletas surgiu após várias tentativas, e eles não conseguiram manter grande distância do pelotão, encabeçado por Movistar e Etixx-QuickStep.

sptdw8049_670
A fuga do dia continha 16 atletas, continha atletas como Robert Gesink (LottoNL-Jumbo), José Gonçalves (Caja Rural), Pierre Rolland (Cannondale), entre outros, que abrilhantaram a etapa (TDW).

A subida que chega aos Lagos de Covadonga é aquela onde se pode evidenciar o trabalho dos melhores gregários do pelotão, haja vista que são muitos quilômetros de ritmo extremamente alto, e aguentar ficar na ponta nessas condições requer um grande preparo. Sendo assim, ali a Movistar mostrou seu poder, colocando Rubén Fernandez (que foi líder na 3a etapa), Imanol Erviti, Jonatan Castroviejo e Daniel Moreno para acelerar o pelotão e colocar um ritmo muito forte. A Etixx auxiliou na “empreitada”, mas quando começou a subir eles tinham apenas Peter Serry para auxiliar.

Quintana fez a melhor estratégia possível, apenas seguiu aqueles que se mostrassem dispostos a tirar tempo dele na geral, e o mais forte parecia ser Alberto Contador. Ele tentou várias vezes largar o colombiano, mas o motor do espanhol acabou não aguentando e Quintana aproveitou e lançou um ataque muito forte, abrindo tempo em todos os seus concorrentes e assumindo a liderança.

Contador sentiu o ritmo e parece que a energia para tentar deixar Quintana custou caro para ele, que acabou sofrendo muito e perdendo tempo na geral. Amanhã todos terão o merecido descanso, e na quarta outra chegada pesada, na temida Peña Cabarga.

Froome faz recuperação fantástica na subida final

A subida final da etapa de hoje era particulamente longa, com quase uma hora e meia de escalada, mas no início ela não era dura, ia ficando mais pesada ao longo da subida. Chris Froome surpreendeu a todos e sobrou há menos 10km para o final, necessitando de dois gregários para auxiliá-lo, e seu ritmo continuava caindo. Neste momento a Sky elegeu Konig como novo líder e este foi o único a ficar no grupo dianteiro, sem ajudantes, e caso Froome não retornasse, Konig seria o capitão da equipe.

Mas Froome não desanimou e começou a pegar  um por um na subida, acabando em terceiro na etapa, uma recuperação fenomenal. Ele passou até mesmo Alberto Contador, Alejandro Valverde e Esteban Chaves, todos tentaram ir na sua roda, mas cortaram! Uma reação fantástica do campeão do Tour de France deste ano.

sptdw6079_670
Froome sobrou no começo da subida e depois veio pegando um por um, acabando em terceiro na etapa, uma recuperação fenomenal! (TDW)

Veja o vídeo do último quilômetro:

Veja o vídeo resumo da etapa:

Veja os últimos 40 quilômetros:

Confira mais imagens desta etapa (TDW):

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultados

Tudo sobre a Vuelta aqui!

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta