Mundial de estrada: Didericksen conquista mais um ouro para a Dinamarca

Saiba como!
Esta matéria tem o apoio delogo-bici

A aguardada prova da Elite Feminina foi decidida apenas no sprint final, com a forte equipe da Dinamarca conquistando mais um ouro com a velocista Amalie Didericksen. Ela não deu chances para suas adversárias, e com apenas 20 anos de idade sagrou-se campeã mundial de estrada! Na segunda colocação chegou a holandesa Kirsten Wild e na terceira a finlandesa Lotta Lepisto.

O calor, mais uma vez, marcou a competição e desgastou muito as atletas que tiveram muito trabalho para manter a hidratação em dia. Amanhã este calor “desértico” deve decidir a prova masculina, assim como aconteceu na júnior, onde  vimos os atletas chegando bastante desgastados após várias horas competindo em médias horárias de quase 50km/h.

Veja quais são os favoritos para vencer a prova na Elite Masculina amanhã aqui

Veja também: Dinamarquês faz o improvável e vence escapado na Júnior

sptdw6002_670
Só mesmo com gelo para enfrentar o calor de Doha (Tim De Waele).

A chegada feminina não veio naquele formato compacto, como esperávamos, mas sim com um pelotão já um pouco selecionado e desgastado pelo vento e pelo calor, a equipe da Holanda ditou um forte ritmo nos kms finais. A holandesa e ex-campeã mundial, Mariane Voss abriu o sprint com muita força, embalando sua companheira Kirsten Wild, mas foi Didericksen que veio mais forte e conseguiu bater a holandesa e assim sagrar-se campeã mundial de estrada.

“Para mim é um sonho se transformando em realidade, trabalhamos muito para estar aqui, e saímos com a vitória, isso é incrível!”, disse a atleta após a chegada, exausta, mas muito feliz com o resultado.

Fique ligado, amanhã rola a prova masculina e tudo pode acontecer. Não perca!

gettyimages_614803772_670
O pódio final: Kirsten Wild, Amalie Didericksen e Lotta Lepisto. (Getty), muito feras!

Veja a chegada da prova:

Veja mais imagens da prova:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultados da Elite Feminina

Comentários

Be the first to comment

Deixe uma resposta