Giro, Tour e Vuelta terão 8 ciclistas por equipe em 2017

Saiba como!

Três das maiores empresas organizadoras de provas de ciclismo no mundo decidiram reduzir o número de ciclistas em suas competições.

RCS Sport e Amaury Sport Organisation (ASO) que organizam, entre outras importantes provas, o Tour de France (ASO), a Vuelta a Espanha (ASO) e o Giro d’Italia (RCS), definiram que, em 2017, os três Grand Tours deverão ter 8 ciclistas por equipe, não mais 9.

Além disso, as clássicas, organizadas pela Flanders Classics, que eram disputadas por 8 ciclistas por equipe, serão disputadas por 7.  Algumas das provas são: Omloop Het Niewusblad, Dwars door Vlaanderen, Milan-San Remo, Paris-Roubaix, Fleche Wallonne, Gant-Wevelgem, Tour de Flandes, Scheldeprijs e Il Lombardia.

“Esta decisão tem dois objetivos: o primeiro é melhorar as condições de segurança para os ciclistas com um pelotão menor”…. “e o segundo, que é uma consequência do primeiro, é tornar mais difícil dominar uma corrida”… diz o comunicado.

Espera-se, agora, o pronunciamento da União Ciclista Internacional (UCI) sobre a diminuição.

[Atualização] UCI não irá alterar o regulamento para 2017.

Veja as provas organizadas pelas três empresas

ASO Races

Tour de France
Vuelta a Espana
Tour of Qatar
Tour of Oman
World Ports Classics
Paris-Roubaix
Fleche-Wallonne
Liege-Bastogne-Liege
Tour de Yorkshire
Criterium du Dauphine
Arctic Tour of Norway
Tour de l’Avenir
Paris Tours

RCS Sport Races

Giro d’Italia
Dubai Tour
Abu Dhabi Tour
Strade Bianche
Tirreno Adriatico
Milan-San Remo
Milano-Torino
Il Lombardia

Flanders Classics Races

Omloop Het Nieuwsblad
Dwars Door Vlaanderen
Gent-Wevelgem
Tour of Flanders
Scheldeprijs
De Brabantse Pijl

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta