Alberto Contador diz que a Vuelta 2017 tem cronos demais

Esta matéria tem o apoio delogo-bici

A grande estrela do ciclismo espanhol, quando o assunto são Grand Tours, Alberto Contador (Trek Segafredo), ainda não definiu se correrá a próxima edição da grande volta de seu país. Ele trocou de time, saindo da extinta Tinkoff, e tem gostado bastante do ambiente e dos novos companheiros no novo time da Trek. Para ele, a presença do longo contra-relógio de 42 na 16a etapa representa um problema para o seu perfil de escalador, e irá analisar com cautela a participação no evento.

Clique para contribuir!

Veja também: Análise: Percurso da Vuelta a España 2017

Veja também: Novo Kit da Trek 2017

Alberto Contador no novo kit da Trek-Segafredo
Alberto Contador no novo kit da Trek-Segafredo

Apesar de ser um grande especialista na luta contra o cronômetro, qualidade que o fez conquistar inúmeras vitórias na geral, Contador disse preferir a presença de uma montanha categorizada no meio da prova, mas na verdade será um crono plano e técnico, o que deve favorecer Chris Froome (Sky). Nairo Quintana já disse que participará do Giro-Tour, e não irá para a Vuelta. Contador disse que a Vuelta é a sua volta favorita, por representar muito em sua história e acontecer em seu país, mas deverá analisar o percurso junto com sua comissão técnica.

A equipe possui outros atletas que podem ir para a geral do evento, como Bauke Mollema e Jarlinson Pantano, que no Tour de France serão gregários de Contador, mas a temporada é longa e as decisões serão tomadas ao longo do tempo e dependendo dos resultados que serão conquistados nesse caminho.

Comentários

Be the first to comment

Deixe uma resposta