TDU 2017 – Porte vence e assume a liderança geral

Saiba como!
Esta matéria tem o apoio delogo-bici

Richie Porte foi o vencedor da segunda etapa do Tour Down Under. Após uma série de ataques que se iniciaram com Peter Sagan no inicio da última subida a 1,6 km do final em Paracombe, Porte assumiu a ponta da prova e não parou mais até cruzar a linha de chegada com 16 segundos de vantagem sobre Gorka Izaguirre (Movistar) e Esteban Chavez (Orica-Scott), segundo e terceiro respectivamente.

Porte, Izaguirre, McCarthy (Bora) e Chaves. Foto: http://tourdownunder.com.au/

Porte, com a bonificação de tempo de 10 segundos para o primeiro, assume a liderança da prova com 20 segundos de vantagem sobre Izaguirre que ganhou 6 de bonificação pelo segundo lugar e está em segundo na geral. Em terceiro está Esteban Chaves a 22 segundos de Porte.

Richie Porte. Foto: http://tourdownunder.com.au/

O líder da equipe BMC foi duas vezes segundo nas duas últimas edições da prova (2015-2016), mas jamais esteve em tão boas condições de tempo como nessa edição, ainda na segunda etapa.

“É incrível ser o líder da maior prova da Austrália”, afirmou o  ciclista de 31 anos.

“Eu adoraria vencer, há alguns dias difíceis por vir, mas eu gostei de como me senti hoje e do trabalho que todos os caras da equipe fizeram por mim. Foi simplesmente incrível”.

“Definitivamente não acabou, mas é bom vencer uma etapa como essa e começar bem a temporada”, acrescentou.

O Tour Down Under é o primeiro evento do calendário 2017 da UCI WorldTour e termina em Adelaide no domingo.

Leia mais: Porte quebra o ombro nas olimpíadas do Rio.

Leia mais: Saiba tudo sobre o Santos Tour Down Under.

Um dos favoritos, Sergio Henao sofre com um furo faltando 30 Km para o final

Depois de ser terceiro no Tour Down Under 2016, Sergio Henao é um dos favoritos para esse ano. Ele é o líder da Sky para a prova, mas o pequeno escalador colombiano acabou sofrendo um furo a aproximadamente 30 km do final da etapa. A partir daí, a Sky, que comandava a prova e apertava o ritmo, foi obrigada a mudar a estratégia e colocar alguns ciclistas para ajudar a recolocar Henao no pelotão. Danny van Poppel, Luke Rowe, Ian Stannard, Sebastian Henao e, principalmente, o recém contratado Kenny Elissonde* trabalharam muito e conseguiram ajudar Henao a entrar novamente no pelotão no pé da subida final. O esforço da Sky acabou sendo recompensado e Henao perdeu apenas 19 segundos para o vencedor, Richie Porte, terminando a etapa em 12º lugar.

*Elissonde  chegou a Austrália um dia antes do início da prova para substituir Owain Doull que ficou doente

O português Ruben Guerreiro assume a camisa de líder entre os jovens

Ruben Guerreiro, campeão nacional português de ciclismo de estrada sub-23, está se destacando em sua primeira corrida no World Tour pela Trek-Segafredo.

O ciclista, após a etapa de hoje, assumiu a liderança da classificação sub-23 do Tour Down Under.

Ruben Guerreiro. Foto: http://tourdownunder.com.au/

Guerreiro terminou a etapa na sétima colocação, a 19 segundos do vencedor. O ciclista da Trek-Segafredo está agora na 14ª posição geral, a 29 segundos de Richie Porte.

Resultados

Vídeo

Quilômetro final:

14 quilômetros finais:

Fotos

Galeria de fotos (Fotos: http://tourdownunder.com.au/):

Este slideshow necessita de JavaScript.

(Foto de capa: Dan Peled)

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta