Ruta del Sol: Pinot surpreende e vence a segunda etapa; Contador é líder geral

Saiba como!
Esta matéria tem o apoio delogo-bici

Depois da série de ataques e contra-ataques na subida final da etapa de abertura, hoje os atletas que disputam a Vuelta a Andalucia Ruta Ciclista Del Sol demonstraram o mesmo ânimo e o que se viu foi mais uma série de batalhas.

Veja como foi a primeira etapa.

A primeira delas foi contra Tim Wellens (Lotto Soudal), o atleta belga que já demonstrou, no final do mês passado, que está em grande forma – ele venceu duas das três etapas do Challenge Mallorca, saltou na fuga inicial e foi largando um por um até seguir sozinho faltando mais de 40 quilômetros para a meta. As equipes tiveram que se organizar para neutralizar o atleta que tinha uma vantagem de mais de 6 minutos.

Depois, iniciando a subida final, a Peña del Águila, o que se viu foi uma guerra entre Sky e Contador, na qual quem se deu melhor foi o frances Thibaut Pinot (FDJ) que, depois de um dia ruim na primeira etapa, brilhou na subida alcançando o Pistoleiro no final e finalizando de forma surpreendente vencendo a etapa.

A subida do Peña del Águila

Após neutralizarem Tim Wellens a 6 quilômetros da meta, Movistar, Trek e Sky começaram a se preparar para a escalada final.

Logo no início dos seis quilômetros da subida a Peña del Águila, subida de 6 quilômetros de extensão, Warren Barguil (Team Sunweb) atacou, mas a tentativa serviu apenas para acelerar um pouco mais o grupo.

Liderados pela Sky o grupo logo alcançou o francês e foi aí que a Sky fez valer a vantagem numérica da equipe. Contando com Mikel Landa, Diego Rosa e Wout Poels, alguém deveria atacar e foi Landa que partiu. Em um momento de análise entre os adversários, ele atacou pela direita do pelotão e abriu do grupo. Movistar e Trek percebendo o perigo assumiram a perseguição, mas a diferença não diminuía. Percebendo isso a Trek aproveitou o único gregário que ainda restava e o mandou a morte, Fabio Fellini, que está em grande forma, fez o que se esperava dele colocando Contador a poucos metros de Landa. Quando Fellini abriu, Contador partiu com Valverde, Poels e Diego Rosa em sua roda. Mas o Pistoleiro não parou, passou Landa e abriu não sendo acompanhado por ninguém.

Landa, mesmo ultrapassado por Contador, continuou a escalada e logo juntaram-se a ele Diego Rosa, Wout Poels (Sky) e Pinot (FDJ). Valverde (Movistar), Ion Izaguirre (Bahrain Merida) e Sebastien Reichenbach (FDJ) sentiam o ritmo inicial da subida e vinham logo atrás.

Faltando pouco menos de 2 quilômetros para o final, Pinot mostrou que estava em um daqueles dias, ele abandonou os 3 Sky e partiu em busca do Pistoleiro. Poels não aguentou, mas Landa e Diego Rosa tentavam manter o ritmo. Mais atrás Izaguirre praticamente rebocava Valverde montanha acima.

Contador fez de tudo para que Pinot não o alcançasse, mas foi em vão, Pinot chegou a menos de 300 metros para o final, respirou e partiu para a vitória. Atrás Valverde fez o que geralmente faz, depois de ir a morte para não sobrar de Contador no início da escalada ele se recuperou e, junto com Izaguirre, passaram por Poels, alcançaram Rosa e Landa e ainda terminaram na frente da dupla da Sky. Que subida!

Valverde ainda terminou em terceiro lugar, mas com os resultados Alberto Contador assume a liderança geral da prova com Pinot em segundo e Valverde em terceiro a apenas 5 segundos do Pistoleiro.

Amanhã um crono de 12 quilômetros tem tudo para ser decisivo para a classificação geral já que as etapas 4 e 5 são planas.

Veja os 45 km finais da prova aqui:

Resultados completos

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta