Giro da Itália: Gaviria conquista sua terceira vitória!

Esta matéria tem o apoio deBicistore
Bicistore.

Com mais um final emocionante, a etapa mais longa do Giro 2017 deu a Fernando Gaviria (QuickStep-Floors) a sua terceira vitória na competição. Na segunda colocação chegou novamente o jovem sprinter italiano Jakub Marescko (Willier-Triestina) que segue sua saga em busca de uma vitória, na terceira colocação chegou Sam Bennet (Bora Hansgrohe) que também tem se esforçado muito neste Giro, mas ainda não conseguiu seu triunfo.

Este é o primeiro Grand Tour da carreira de Gaviria, que veio para ganhar experiência e tentar algum bom resultado, mas o que temos visto é a consagração do jovem sprinter colombiano. Muitos acreditavam que a Colômbia jamais formaria um bom sprinter, da mesma forma que nunca formaria um bom contra-relogista e eles conseguiram um título mundial de crono com Santiago Botero em 2003, Fernando Gaviria veio para quebrar paradigmas e mostrar que nossos vizinhos na América do Sul têm muito mais do que talento, eles têm raça e vontade de vencer.

Veja também: Lista de favoritos para o Giro d’Itália
Veja também: Lista oficial dos inscritos na centésima edição da prova
Acompanhe tudo o que acontece no Giro d’Itália aqui.

Thibaut Pinot foi protegido por sua equipe, a Française des Jeux (nome das loterias francesas) na etapa de hoje (TDWSport).

Curiosidade: A chegada da etapa de hoje foi na cidade de Reggio Emilio, no norte da Itália, com 170 mil habitantes e destruída pela II Guerra Mundial. É conhecida por possuir uma das melhores educações infantis do mundo, totalmente pública!

A etapa mais longa do Giro, com incríveis 229km, teve um ritmo mais tranquilo na maior parte do percurso e um final nervoso. O ciclista Mirco Maestri (Bardiani-CSF), que é da cidade de Reggio Emilia alcançou Sergey Firsanov (Gazprom-Rusvelo) e Marco Marcato (UAE Team Emirates) que já estavam na fuga e assim os três fizeram a grande escapada do dia.

Os escapados da longa jornada de 229km: Marco Marcato (UAE Team Emirates),  Sergey Firsanov (Gazprom-Rusvelo) e Mirco Maestri (Bardiani-CSF) (TDWSport).

A fuga chegou a construir uma vantagem de 7 minutos, mas o pelotão controlou seus esforços a fim de alcançá-los. Nas passagens de metas volantes e prêmios de montanha a briga no pelotão era pela conquista dos pontos restantes, desta forma, o vencedor da etapa de ontem, Omar Fraile (Dimension Data) batia guidão com guidão com Jan Polanc (UAE Team Emirates) para ver com quem ficava a camisa azul de líder de montanha, até então empatada entre os dois. Melhor para Fraile que agora assume a liderança da categoria após a conquista dos pontos neste etapa.

Geraint Thomas foi no carro da equipe para receber orientações na etapa, ele ainda se recupera do tombo de domingo (TDWSport).

A briga pela liderança teve uma pausa na etapa, de modo que o líder Tom Dumoulin (Team Sunweb) teve um dia tranquilo, Nos bastidores rolava a informação de que o gregário de Dumoulin, Simon Geshck havia sido esquecido no hotel antes da largada, mas logo em seguida a equipe percebeu o ocorrido e voltou para buscá-lo, Geshck postou um tweet pedindo carona e a zoeira se instalou. Dumoulin afirmou que deixaram ele para trás pois ele não precisa dele tanto assim, em tom de brincadeira, haja vista que Geshck terá muito trabalho para ajudar Dumoulin a manter essa disputada camisa.

Dumoulin continua líder do #Giro100! (TDWSport)

Melhores momentos

Resultados

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*