Copa do Mundo: Schurter e Langvad confirmam favoritismo e vencem na abertura!

Saiba como!
Esta matéria tem o apoio deBicistore
Bicistore.

A abertura da Copa do Mundo de XCO em Nove Mesto, na República Tcheca, foi palco para a atuação de gala de Nino Schurter (Scott-SRAM MTB) e da dinamarquesa Annika Langvad (Specialized Racing), ambos venceram de forma impressionante, chegando com uma grande vantagem sobre os concorrentes, praticamente sem ter muita disputa, algo realmente descomunal!

Os dois vencedores estamparam as Rainbow Jerseys de campeões mundiais e também a autoridade no duro circuito que era composto por partes técnicas, com muito single track, subidas duras e um nível altíssimo. As revelações da prova masculina foram o segundo lugar do espanhol David Valero Serrano (MMR Factory Racing Team), que foi o único que conseguia acompanhar mais de perto Nino, além do holandês e ex-campeão mundial de ciclo-cross Mathieu Van Der Poel, que terminou na oitava colocação, correndo com a cara e a coragem!

O pódio masculino, com a vitória de Nino Schurter.

O campeão europeu e atual campeão da copa do mundo de 2016, Julian Absalon (BMC) não teve um dos melhores dias e abriu a primeira volta no segundo pelotão e com bastante dificuldade, ele fez uma prova de recuperação e abriu a última volta na sexta colocação. Absalon ainda foi capaz de atacar seus companheiros na volta final e terminar na terceira posição. Naquele momento, Nino já estava a quase 2 minutos na frente, muito forte.

Thomas Litscher (JB Brunex Felt) abriu uma primeira volta muito forte e liderou, mas na segunda volta foi passado por Schurter que nunca mais foi alcançado!

A prova masculina contou com mais de 100 atletas, o que fez com que o grid de largada ficasse inchado, com muitos atletas tentando disputar os espaços. O resultado disso foi uma queda nos primeiros 100m de prova, que tirou da disputa o campeão australiano Daniel McConnell (Trek Factory Racing XC) e o suíço Lars Forster (BMC). Isso fez com que o pelotão se quebrasse e a prova teve uma dinâmica completamente diferente da inicialmente imaginada. Além disso, ocorreram muitos problemas mecânicos, fruto do alto grau de dificuldade da etapa, que contava com muitos trechos com rock gardens e muitas raízes, as bikes sofrem!

O espanhol David Valero Serrano (MMR) foi uma das revelações da prova, terminando na segunda colocação!

É digno de nota a atuação dos franceses neste primeira etapa, de modo que no top 10 da prova masculina, tivemos a presença de 5 franceses, mostrando a evolução impressionante que está ocorrendo em vários esportes naquele país. Alguns anos atrás tínhamos os suíços brigando pelas primeiras posições, agora a França tem mostrado sua força, seja por razões de uma boa economia, baixa desigualdade social ou mesmo a saúde daquele país, que é considerada uma das melhores do mundo, os atletas do MTB francês estão dando o que falar!

No feminino, Langvad mostra suas credenciais como favorita!

Ano passado o mundial de Cross-Country também foi realizado em Nove Mesto e muitos disseram que a vitória de Annika Langvad (Specialized) havia sido uma zebra ou apenas um dia espetacular da atleta, mas nesta abertura da Copa do Mundo, a ciclista dinamarquesa provou que todos estavam errados e venceu com extrema superioridade.

O pódio feminino, com a vitória de Anika Langvad.

Após a chegada ela deu a seguinte entrevista: “Depois que terminei a temporada de 2016, em setembro, não tive mais tempo para competir com tanto foco pois me foquei para terminar a faculdade de odontologia, com isso essa vitória tem um significado muito especial e uma emoção muito grande. Tive de me abster dos treinos mais longos e focar nos intervalados sem saber ao certo se daria tudo certo, mas acabei conseguindo essa magnífica vitória!” Agora, a dentista mais bem sucedida do MTB mundial disse agora que deve voltar à universidade na Dinamarca para se especializar na área de cirurgia, o céu é o limite para ela.

Medalhista de bronze no Rio, a canadense Catharine Pendrel (Clif Bar) estava na segunda colocação, mas teve dois problemas mecânicos que a fizeram cair para a 21 colocação geral.

Durante a prova, a briga pelo pódio foi ferrenha, a canadense Catharine Pendrel (Clif Bar) estava na segunda colocação, mas teve dois problemas mecânicos que a fizeram cair para a 21 colocação geral. Ao final, a veterana Sabine Spitz (Wiawis Bikes) conseguiu a segunda colocação e a suíça Linda Indergand (Focus XC Team) completou na terceira colocação.

Belíssima vitória da dinamarquesa Annika Langvad, da Specialized Racing.

Tivemos a presença de alguns brasileiros na prova e todos terminaram a prova. O melhor brasileiro do masculino foi Luiz Cocuzzi (Scott-Penks-KMC-Kuruma) e no feminino Raiza Goulão (Primaflor Mondraker). Os brasileiros fizeram boas provas e terminaram sem tomar voltas dos líderes.

Masculino:

50 – Luiz Henrique Cocuzzi (Scott-Penks-KMC-Kuruma)

67 – Guilherme Gotardelo Muller (SENSE)

83 – Rubens Donizete Valeriano (SENSE)

Feminino:

26 – Raiza Goulao-Henrique (Primaflor Mondraker)

Obs: O brasileiro Henrique Avancini (Cannondale) está se preparando para enfrentar o mundial de maratona que será em Junho, com isso as etapas da copa do mundo de cross-country ficaram um pouco de lado na agenda do principal atleta brasileiro, por enquanto!

Assista as provas na íntegra aqui, no canal de TV da RedBull.

 

Resultados Masculino

# Atleta/Time Tempo
1 Nino Schurter (Swi) Scott-SRAM MTB Racing Team 1:27:35
2 David Valero Serrano (Spa) MMR Factory Racing Team 0:00:26
3 Julien Absalon (Fra) BMC Mountainbike Racing Team 0:01:46
4 Maxime Marotte (Fra) Cannondale Factory Racing XC 0:01:51
5 Jordan Sarrou (Fra) BH-Srsuntour-KMC 0:01:59
6 Stephane Tempier (Fra) Bianchi Countervail 0:02:09
7 Titouan Carod (Fra) BMC Mountainbike Racing Team 0:02:41
8 Mathieu Van Der Poel (Ned) 0:02:51
9 Anton Cooper (NZl) Trek Factory Racing XC
10 Marco Aurelio Fontana (Ita) Bianchi Countervail
11 Pablo Rodriguez Guede (Spa) MMR Factory Racing Team 0:02:59
12 Manuel Fumic (Ger) Cannondale Factory Racing XC 0:03:04
13 Carlos Coloma Nicolas (Spa) Primaflor Mondraker 0:03:18
14 Reto Indergand (Swi) BMC Mountainbike Racing Team 0:03:27
15 Hans Becking (Ned) CST Sandd American Eagle MTB Racing Team 0:03:44
16 Gerhard Kerschbaumer (Ita) Torpado Gabogas 0:04:01
17 Gregor Raggl (Aut) Moebel Maerki MTB Pro Team 0:04:05
18 Lukas Fluckiger (Swi) BMC Mountainbike Racing Team 0:04:06
19 Andrea Tiberi (Ita) Team Nob Selle Italia 0:04:08
20 Arnis Petersons (Lat) ZZK 0:04:12
21 Thomas Litscher (Swi) Jb Brunex Felt Team 0:04:27

Resultados Feminino

# Atleta/Time Tempo
1 Annika Langvad (Den) Specialized Racing 1:28:45
2 Sabine Spitz (Ger) Wiawis Bikes Pro Team 0:00:56
3 Linda Indergand (Swi) Focus XC Team 0:01:19
4 Maja Wloszczowska (Pol) Kross Racing Team 0:01:23
5 Yana Belomoina (Ukr) Cst Sandd American Eagle MTB Racing Team
6 Adelheid Morath (Ger) 0:01:43
7 Helen Grobert (Ger) Cannondale Factory Racing XC 0:02:17
8 Rebecca Henderson (Aus) 0:02:29
9 Barbara Benko (Hun) Focus XC Team 0:02:39
10 Annie Last (GBr) Omx Pro Team 0:02:58
11 Anne Tauber (Ned) Habitat Mountainbike Team 0:03:12
12 Tanja Zakelj (Slo) Unior Tools Team 0:03:33
13 Alexandra Engen (Swe) Ghost Factory Racing 0:03:44
14 Gunn Rita Dahle Flesja (Nor) Team Merida Gunn-Rita 0:04:04
15 Erin Huck (USA) Cannondale-3Rox Racing 0:04:24
16 Alessandra Keller (Swi) Radon Factory XC Team 0:04:34
17 Emily Batty (Can) Trek Factory Racing XC 0:04:43
18 Jolanda Neff (Swi) Kross Racing Team 0:04:53
19 Irina Kalentyeva (Rus) Moebel Maerki MTB Pro Team 0:04:54
20 Sabrina Enaux (Fra) 0:05:26

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta