Anton Cooper da Trek-Factory Racing vive bom momento no MTB

Saiba como!



Quem viu a etapa de Albstadt da Copa do Mundo UCI de MTB-XCO se impressionou com a atuação do jovem Anton Cooper, da equipe Trek-Factory Racing, que chegou na terceira colocação deixando para trás grandes lendas do MTB como Julian Absalon e Manuel Fumic,

Cooper nasceu na Nova Zelândia, país que não tem tanta tradição no MTB, mas foi campeão mundial sub-23 em 2015 e júnior em 2013. Agora, em seu primeiro ano na categoria profissional, com apenas 22 anos, Cooper já mostra que é um dos talentos da nova geração do MTB. Em 2017 o atleta já competiu em 8 provas válidas pelo ranking mundial, sendo pódio em 7 delas, mostrando talento e constância nos resultados. A única prova em que Cooper não foi pódio foi na abertura da Copa do Mundo em Nove Mesto.

Veja tudo o que aconteceu na Copa do Mundo aqui.

Cooper comemorando seu terceiro lugar na Copa do Mundo em Albstadt, na Alemanha.

Muitos tem apostado que Cooper seja um dos atletas que podem vir a suceder Nino Schurter, mas como o suíço ainda é novo, é mais provável que Cooper possa “bater guidão” com Nino no futuro, talento ele tem de sobra. A altura de 1,67m e o baixo peso de 60kg, fazem do atleta neozelandês um escalador puro, auxiliando-o nas subidas mais duras e o circuito mundial de MTB tem muitas delas.

Já o espanhol Sergio Montecon, de 32 anos e considerado um dos grandes atletas de XCO do mundo, a temporada não tem sido fácil, após um começo de temporada com várias vitórias na Espanha e um sétimo lugar no disputado Sea Otter Classic, nos EUA, o ciclista espanhol sofreu uma queda em treinamento no final do mês de abril, com fratura na clavícula e tem se esforçado para retornar às competições.

Veja um vídeo promocional da equipe aqui:

Veja onde Anton Cooper treina na Nova Zelândia:

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta