Vuelta a España: Lampaert vence após pelotão explodir com vento lateral

TDWSPort
Saiba como!

A primeira etapa em linha desta Vuelta a España foi um misto de emoções, uma etapa sem fugas e com ritmo forte, finalizada com os famosos “albanicos” que durante tantos anos tem feito a classificação da La Vuelta se alterar de modo inesperado. Estes “albanicos”, que é o nome dado aos ventos que fazem o pelotão se quebrar nas etapas da Vuelta, fizeram suas vítimas na etapa de hoje.

O final da etapa viu os especialistas em clássicas como Daniel Oss (BMC), Julian Alaphilipe (QuickStep-Floors) e Edward Theuns (Trek-Segafredo) foram os atletas que conseguiram se impor no vento que soprou no pelotão nos últimos 10km. Melhor para Yves Lampaert, que arrematou o excelente trabalho de equipe feito por seus companheiros da QuickStep-Floors, principalmente Julian Alaphilippe, que estava no lugar certo e na hora certa, e mais do que isso, tinha as pernas boas para acelerar forte e explodir o pelotão que já havia sido esticado pelo Team Sky.

Veja como foi a primeira etapa: Vuelta a España: BMC vence crono por equipes

A equipe Katusha-Alpecin manteve seus atletas na parte da frente do pelotão hoje, assim como BMC, Ag2r e Sunweb. Estratégia para evitar que seus líderes se envolvam em quedas (TDWSPort)

Amanhã a Vuelta continua com uma etapa que terá um final em uma subida curta e dura, momento para os escaladores já irem preparando as pernas para as grandes etapas de montanha que ainda haverão nestas 3 semanas de competição! Não perca 😉

Veja também: Vuelta a Espanha 2017: lista de inscritos

Veja os últimos quilômetros da etapa:

Resultados

Comentários