Sunweb manda Barguil para casa após desentendimentos

Saiba como!

O clima esquentou ontem, após a sétima etapa da Vuelta a España, dentro da equipe alemã Sunweb.  Houve um desentendimento entre os interesses da equipe e do ciclista francês Warren Barguil. O líder da equipe para a Vuelta é Wilco Kelderman e ontem ele furou o pneu e Barguil, mesmo com os pedidos da equipe, não quis esperá-lo para ajudá-lo a voltar ao pelotão dos favoritos.

A pena dada pela equipe pelo descumprimento das ordens foi forte: Barguil foi penalizado sendo enviado de volta para sua casa e assim foi desclassificado de uma das principais competições do mundo.

Barguil fez um Tour de France impressionante, venceu duas etapas e a camisa de líder de montanha, e logo depois assinou com a equipe francesa Fortuneo, onde disputará a temporada 2018. Na Vuelta, a função de Barguil era clara, ajudar Kelderman a fazer uma boa apresentação e brigar pela geral da competição, mas o ciclista francês já havia deixado Kelderman para trás em outra etapa na qual ele havia caído. Ontem, novamente, Barguil não o esperou após um furo de pneu o que acabou custando mais 20 segundos para Kelderman na classificação geral.

Veja também: Vuelta a España: melhores momentos da sétima etapa

Sessler terminar em 16º na brutal Pro Ötztaler 5500. Kreuziger vence!

Com essas e outras, é bem provável que a Sunweb não deixe mais Barguil competir nesta temporada e muitas brigas internar podem surgir nesse sentido. É uma grande pena, mas o que temos visto é uma inversão de valores de alguns ciclistas que deveriam saber trabalhar em grupo. Esperar ou não esperar o líder pode significar muito em uma volta de três semanas, nas quais a briga é decidida entre os melhores do mundo, ainda mais com o alto nível de ciclistas que estão participando da Vuelta.

A Sunweb fez uma escolha pelo desenvolvimento de talentos nessa Vuelta, levando muitos atletas jovens, alguns ainda sub-23 e em sua maioria especialistas na prova de contra-relógio, o que fez com que a equipe já colhesse frutos no crono por equipes da abertura, no qual a equipe ficou em segundo. Na montanha, Kelderman dependia muito do trabalho de Barguil e do holandês Sam Oomen, que são especialistas na montanha. Agora, sem Barguil, Kelderman terá um a menos para ajudá-lo a subir na classificação geral.

Comentários