Vuelta a España: Chris Froome destrói os concorrentes na nona etapa

Clique para contribuir!

Em uma chegada agressiva, Chris Froome (Sky) mostrou que, além de ser um atleta consistente e muito forte, também é capaz de vencer especialistas em chegadas curtas e íngremes (puncheurs), batendo puncheurs, como Michael Woods (Cannondale), Wilco Keldeman (Sunweb), Esteban Chaves (Orica-Scott) e cia.

Chris Froome venceu a Etapa 9 da Vuelta a España demonstrando superioridade, ninguém foi capaz de, ao menos, tentar ficar em sua roda, com uma briga ferrenha apenas pelo segundo lugar. Com uma aceleração nos últimos 500 metros da escalada final, ele largou os adversários para trás e, apesar da aproximação do colombiano Esteban Chaves, cruzou sozinho na frente e aumentou sua liderança em 8 segundos. Agora ele tem 36 seg. para o segundo colocando Chaves.

Veja também: Vuelta a España: melhores momentos da sétima etapa

Sessler terminar em 16º na brutal Pro Ötztaler 5500. Kreuziger vence!

O campeão italiano Fabio Aru (Astana) segue em sétimo na geral, a 1min33s de Chris Froome (TDWSport).

A etapa foi marcada por diversas fugas e momentos de tensão, com vários ataques de ciclistas da Movistar, como Marc Soler, que fez parte da grande fuga do dia e escapou com Tobias Ludviginson quando o resto da escapada não vingou. Mais tarde, Carapaz, também da Movistar, atacou o grupo dos favoritos com Bardet e De La Cruz, mas todos foram anulados pela equipe Sky, que estava armada, “matando” todas as fugas.

Bernal vence Tour de L´Avenir e Sky confirma sua contratação

Vuelta a España: Alaphilippe mostra sua força na montanha

Os ciclistas percorreram a bela costa da Espanha nesta etapa (TDWSport).

A equipe Cannondale foi outra que trabalhou  muito hoje, com os contratos de seus atletas chegando ao fim e a crise rondando o time que ainda não tem a confirmação de continuar em 2018, a equipe tem tentado, de todas as formas, fazer com que esta Vuelta seja um ponto de disruptura, mas a tão sonhada vitória de Michael Woods ainda não veio, apesar de todo o trabalho da equipe. Todavia, Davide Villela permanece como líder de montanha pela Cannondale e com todo o trabalho feito pelo time, será, realmente, uma pena se a equipe não continuar em 2018.

Amanhã os ciclistas desfrutam do primeiro dia de descanso desta Vuelta e na terça teremos outra etapa duríssima com uma montanha categoria 1 a pouco mais de 20 quilômetros para a chegada. Será que alguém tentará algo para ameaçar Chris Froome desta vez?

Sunweb manda Barguil para casa após desentendimentos

Veja a chegada:

Acompanhe tudo o que acontece na Vuelta a Espanha 2017 aqui.

Resultados

Comentários