Campeonato mundial 2017: saiba tudo aqui

O Campeonato Mundial de Estrada começa a ser disputado no próximo domingo, dia 17, em Bergen, na Naruega e termina no dia 24 de setembro, após a tão aguardada prova de estrada masculina.

As modalidades em disputa são as de contra-relógio individual e por equipes e provas de estrada. Teremos as disputas entre homens (elite, sub 23 e júnior) e mulheres (elite e júnior). Os campeões das provas individuais terão o direito de usar a camisa de campeão do mundo na modalidade em que venceram durante 1 ano.

História

O primeiro campeonato mundial de ciclismo aconteceu em Copenhague, na Dinamarca, em 1921, porém só haviam amadores. O primeiro campeonato mundial profissional ocorreu seis anos depois, em 1927, em Nürburgring, na Alemanha e o italiano Alfredo Binda conquistou seu primeiro de três títulos deixando para trás outros 2 italianos. As provas amadoras no campeonato mundial foram substituídas pela prova sub 23 em 1996.

As provas femininas passaram a ser disputadas somente em 1958, sendo que a primeira campeã foi a luxemburguesa Elsy Jacobs. Elsy Jacobs faleceu em 1998, depois de uma carreira repleta de vitórias, inclusive nada mais, na menos que 15 vezes o campeonato nacional de seu país.

É a segunda vez que o campeonato mundial vai acontecer na Noruega. Em 1993, Lance Armstrong conquistou a camisa de campeão do mundo na capital do pais, Oslo, deixando Miguel Indurain com o segundo lugar.

Sagan tri mundial?

Sagan durante o campeonato mundial de 2016. Vitória em cima de Cavendish.

No domingo, dia 24 de setembro acontecerá a tão aguardada prova masculina do mundial de estrada. A largada será em Kollsnes, cidade vizinha a Bergen. Após a partida o pelotão andará pela costa oeste acidentada da Noruega. Após aproximadamente 40 Km os ciclistas chegarão ao circuito de 19,1 Km que será feito 11 vezes. Serão 267,5 quilômetros, sendo que, no circuito, existe três escaladas, a maior delas de 1,5 Km com 6,4% de inclinação média. No total eles farão 3.843 de acumulo vertical. Resumindo: não será fácil, porém, também não é, aparentemente, um circuito tão seletivo. Vai depender muito do ritmo imposto pelas equipes.

Veja mais sobre o circuito abaixo!

Subidas

Løbergsveien é a primeira subida do circuito, ela tem 700 metros com inclinação de 5%. A segunda fica 2,5 km depois, serão 4,8% durante 1 km. A terceira subida e mais difícil das 3 é a Salmon Hill, ela tem 1,5 km e o gradiente médio é de 6,4%.

Após a Salmon Hill os ciclistas terão ainda um trecho plano de mais de 8 km até cruzar a linha.

Sagan, como não poderia deixar de ser, é o grande favorito para a prova, mas tudo pode acontecer. A última subida é longe da chegada e talvez isso traga um grupo maior para decisão do sprint decisivo e, como dissemos anteriormente, quem chegará nesse grupo dependerá muito do ritmo imposto pelas equipes.

Favoritos

***** Peter Sagan, Michal Kwiatkowski, Greg Van Avermaet
**** Matteo Trentin, Edvald Boasson Hagen, Philippe Gilbert, Wout Poels, Rigoberto Uran
*** Bauke Mollema, Niki Terpstra, Julian Alaphilippe, John Degenkolb, Diego Ulissi, Michael Matthews
** Rui Costa, Tom Dumoulin, Tim Wellens, Primoz Roglic, Fernando Gaviria, Lars Boom
* Alexander Kristoff, Daniel Martin, Jarlinson Pantano

Contra relógio por equipes

Quick Step, que ainda contava com Tony Martin, durante o campeonato mundial de 2016.

No domingo (17) teremos a prova de contra-relógio por equipes. É a única prova onde os ciclistas correm por suas equipes e não por seus países. E, como todo ano, a briga promete ser dura pelo título de melhor equipe no crono.

A BMC, que vem de uma temporada incrível vencendo todos os contra-relógio por equipes do World Tour esse ano, vem com um time fortíssimo. A equipe conquistou o título em 2014 e 2015, enquanto o Quick Step venceu a prova em 2012, 2013 e é a atual campeã.

O maior “problema” da Quick Step é que ela perdeu seu principal motor, Tony Martin que hoje corre para a Katusha. Já a BMC além de manter Van Garderen e Rohan Dennis, ainda poderão fazer uso de sua mais nova arma, Stefan Küng, que está começando a mostrar grande potencial.

Além das duas principais equipes na disputa, virão muito forte a Sky com um time cheio de estrelas, entre elas, Froome, Thomas e Kwiatkowski, e a Sunweb que, sem seu principal ciclista, Tom Dumoulin, ficou em segundo lugar, a seis segundos da BMC, no crono por equipes da Vuelta a Espanha.

Favoritos

*** BMC Racing Team, QuickStep Floors
** Sunweb, Sky
* Movistar, Katusha Alpecin, LottoNL-Jumbo, Orica-Scott, Astana

Provas e horários

Domingo, 17 de Setembro

Contra-relógio por equipes feminino – 42,5 km
altimetria | inscritas | resultados
> AO VIVO – SPORTV 2 [7h – 09h15]

Domingo, 17 de Setembro

Contra-relógio por equipes masculino – 42,5 km
altimetria | inscritos | resultados
> VT no SPORTV 3 [5h] no dia 18

Segunda, 18 de Setembro

Contra-relógio individual | Júnior Feminino – 16,1 km
altimetria | inscritas | resultados

Segunda, 18 de Setembro

Contra-relógio individual | Sub 23 Masculino – 16,1 km
altimetria | inscritos | resultados
> AO VIVO NO SPORTV 2 [8h – 12h55]

Terça, 19 de Setembro

Contra-relógio individual | Júnior Masculino – 21 km
altimetria | inscritos | resultados

Terça, 19 de Setembro

Contra-relógio individual | Elite Feminino – 21 km
altimetria | inscritas | resultados
> AO VIVO NO SPORTV 2 [10h50 – 12h35]

Quarta, 20 de Setembro

Contra-relógio individual | Elite Masculino – 31 km
altimetria | inscritos | resultados
> AO VIVO NO SPORTV 2 [8h – 13h05]

Sexta, 22 de Setembro

Prova de estrada | Júnior Feminino – 76 km
mapa e altimetria | inscritas | resultados

Sexta, 22 de Setembro

Prova de estrada | Sub 23 Masculino – 191 km
mapa e altimetria | inscritos | resultados
> AO VIVO NO SPORTV 2 [8h10 – 12h55]

Sábado, 23 de Setembro

Prova de estrada | Junior Masculino – 136 km
mapa 1 e 2 e altimetria | inscritos | resultados

Sábado, 23 de Setembro

Prova de estrada | Elite Feminino – 153 km
mapa e altimetria | inscritas | resultados
> AO VIVO NO SPORTV 3 [8h10 – 12h35]

Domingo, 24 de Setembro

Prova de estrada | Elite Masculino – 267 km
mapa 1 e 2 e altimetria | inscritos | resultados
> AO VIVO NO SPORTV 3 [5h – 12h]

Comentários