A Astana promete vir forte em 2018

Pouca gente tem falado da Astana Cycling Team, equipe do Cazaquistão que sempre causou pânico nas gigantes europeias. A “squadra” de Alexander Vinokourov se reforçou e contratou jovens ciclistas para promover uma verdadeira renovação em seu plantel, que teve a saída de Fabio Aru que foi para a UAE.

Clique para contribuir!

Vinokourov confirmou os planos de levar o jovem colombiano Miguel Angel “Superman” Lopez para ser líder do Giro d’Itália ao lado do estoniano Tanel Kangert.

López, de apenas 23 anos, é considerado uma das grandes revelações do ciclismo e se esperava muito dele em 2017, porém, no final de 2016, ele sofreu uma queda em um treinamento e acabou quebrando a perna. Depois de uma recuperação lenta, Lopez voltou aos treinos e foi muito bem na Vuelta a Espanha, no segundo semestre, terminando na oitava colocação geral, a frente de Fabio Aru que até a metade da prova era o líder da equipe.

Miguel Angel Lopéz durante uma de suas vitórias na Vuelta a Espanha 2017.

2018 a expectativa é que ele venha com tudo para a Grande Volta italiana. O percurso sempre muito difícil, com muitas montanhas o favorece e ele contará com Kangert ao seu lado.

Kangert é considerado um dos ciclistas mais respeitados do pelotão devido ao seu senso altruísta que pode beneficiar o desenvolvimento do jovem sul-americano. Kangert, em 2017, fazia um grande Giro d’Italia e estava na 7a posição geral antes de cair e fraturar o cotovelo, encerrando a temporada precocemente.

No Tour de France, todas as atenções estarão voltadas para o dinamarquês Jakob Fuglsang. O ciclista de 32 anos depois de alguns anos somente trabalhando para seus líderes, conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 e, em 2017, quando lhe foi dada a primeira oportunidade de liderar a equipe, mesmo que dividindo com Fabio Aru, ele venceu, de forma arrasadora, o Critérium du Dauphiné, uma prova que vale a pena ser vista várias vezes ;). Foi épico!

Pódio final do Critérium du Dauphiné, uma das melhores provas do ano.

Jakob Fuglsang teve trajetória marcante no MTB no começo da carreira, vencendo provas como a Cape Epic.

E será com esse background que a Astana apostará todas as fichas em Fuglsang para o próximo Tour.

Desta forma, as equipes estão se reforçando e se preparando muito para a próxima temporada que promete ser sensacional e com muitas emoções!

Comentários