STDU: Porte dinamita pelotão na subida final, mas Impey rouba a liderança

A etapa rainha deste Santos Tour Down Under mostrou que o australiano Richie Porte (BMC Racing) veio rejuvenescido após a sua dura queda que o tirou do Tour de France 2017, com costelas, bacias e clavículas fraturadas, mas hoje, ele parecia novo em folha, simplesmente explodiu o pelotão na subida final, a duríssima Willunga Hill. Desta forma, Porte vem sendo chamado o Rei da Willunga Hill, após ter vencido essa etapa por nada menos do que 5 anos consecutivos!

Apesar dos incríveis esforços de Porte, o sul-africano Daryl Impey (Mitchelton-Scott) assumiu a liderança na competição por uma diferença de frações de segundo, mas mostrando que o gregário da Scott veio com muita gana para esta volta. Impey ainda precisará defender a camisa na última etapa plana da competição, neste domingo, mas já é considerado o virtual campeão, algo bastante merecido para este ciclista que passou a vida como gregário em diferentes equipes, após ser apontado, nas categorias de base, como um dos atletas africanos mais promissores de todos os tempos.

O ataque:

Veja também:

Alejandro Valverde se diz 100% recuperado e tem fome de vitórias!

Belga de 23 anos se retira do ciclismo profissional.

Ciclistas que se retiraram em 2017

Parecia fácil! Porte deu tudo e mais um pouco para vencer a etapa rainha do STDU.

Na terceira colocação chegou o holandês, campeão de 2014, Tom-Jelte Slagter (Dimension Data), que trocou de equipe esse ano, saiu da Cannondale, e mostra que está em grande fase para entrar com o pé direito nas clássicas que começam logo mais no mês de fevereiro, com a brutal Omloop Het Niewsblad, dia 24, com a presença de estrelas como Greg Van Avermaet, Phil Gil, Tiesj Benoot, Sagan e cia.

O líder Peter Sagan posou para a foto com o novíssimo presidente da UCI, David Lappartient. Sagan durou apenas uma etapa com a liderança e amanhã volta para a disputa do sprint na etapa final!

O início desta 5ª etapa foi tenso, com uma fuga perigosa, que tinha Thomas De Gendt e mais 6 valentes ciclistas, mas o adversário principal foi o vento, que soprava forte na estrada à beira mar, trazendo muitas dificuldades para as equipes controlarem o pelotão e manterem seus líderes protegidos. Em um dos vídeos que colocamos abaixo, há um momento em que o pelotão se partiu e Jay McCarthy (Bora-Hansgrohe) quase foi jogado para fora da estrada com Richie Porte (BMC), a coisa foi tensa!

Impey atacando Ulissi e cia na hora certa e no lugar certo, o sul-africano é o novo líder da competição!

A subida final de hoje parecia um filme repetido das outras edições da Willunga Hill, com Richie Porte atacando exatamente no mesmo ponto e outros ciclistas desesperados correndo atrás dele, algo que se repete ano após ano, e um fato: quem salta na roda de Porte, fica sem pernas! Foi isso que aconteceu com o australiano Jay McCarthy (Bora-Hansgrohe), que inicialmente parecia que iria acompanhar Porte, grudado como carrapato em sua roda, mas com 1 quilômetro para o final o motor de McCarthy fundiu e alí se foram as suas chances de conseguir um pódio nesta etapa rainha.

Impey, todavia, ficou no grupo de trás, fazendo uma subida agressiva, mas com um esforço final mais tardio, ficando na roda de George Bennet (LottoNL-Jumbo) e Diego Ulissi (UAE) que tentavam a todo custo encostar em Bernal (Sky) e mais a frente em Porte, mas o esforço foi em vão. O que se viu foi Porte voando até a linha de chegada e Impey atacando na hora certa para conquistar mais um segundo lugar (ontem ele também havia sido segundo), para tomar a liderança da competição e vestir a disputada camisa de líder!

Veja também:

STDU 2018: Ewan não se deixa abater e vence a segunda etapa

STDU 2018: Greipel bate Sagan e Ewan e vence a primeira etapa

Santos Tour Down Under 2018

 

Videos da etapa


Resultados

Comentários