Porte e Brambilla ficarão de fora das competições em março

Richie Porte rumo a mais uma vitória na Willunga Hill (TDU).
Saiba como!

O frio que vem assolando a Europa já faz suas primeiras vítimas, o italiano Gianluca Brambilla (Trek-Segafredo) estava cotado como um dos favoritos para a Strade Bianche que acontece amanhã, mas o departamento médico da equipe soltou um comunicado que o ciclista está com pneumonia e deve ficar de fora das principais provas italianas deste início de temporada: Strade Bianche, Tirreno-Adriatico e Milan-San Remo. Brambilla será substituído pelo jovem italiano Nicola Conci.

Veja também:

Omloop Het Nieuwsblad 2018: A primeira Clássica do velho continente

5 alimentos ricos em gorduras que ajudam a saúde e o desempenho

Europeus chocados com o nível das provas na Colômbia

Brambilla vencendo etapa da Vuelta a España a frente de Nairo Quintana.

Já o astro da BMC, Richie Porte, que pela primeira vez na carreira havia trocado a participação na Paris-Nice pela Tirreno-Adriatico que começa na semana que vem, não poderá participar das competições pois também está doente. A Tirreno-Adriatico deste ano terá um pelotão fortíssimo, com a presença de Froome, Kwiato, Thomas, Sagan e muitos outros.

As equipes torcem para que os atletas retornem quanto antes, assim como os europeus torcem para que o frio dê uma trégua ao continente Europeu que vem sofrendo muito. Nesta semana, durante a Le Samyn, que aconteceu na Bélgica e com temperaturas abaixo de zero, alguns ciclistas protestaram: “Como podemos andar 200km com frio de -5 graus?” questionou Jelle Wallays, da Lotto-Soudal, ciclista bastante experiente e que sabe que a temporada é longa e ficar doente é sempre um fantasma a espreita.

BMC Racing Team para Tirreno-Adriatico: Alberto Bettiol, Patrick Bevin, Damiano Caruso, Rohan Dennis, Stefan Küng, Michael Schär, Greg Van Avermaet.

Fique ligado em notícias, dicas e resultados das grandes competições do ciclismo aqui no DigitalCycling!

Comentários