Quem pode parar a QuickStep na Paris-Roubaix?

Na semana que antecede a clássica mais dura da temporada, a Paris-Roubaix, uma pergunta não quer calar: afinal, quem pode deter a equipe belga QuickStep-Floors? Após a abertura das clássicas com a Omloop Het Niewsblad dia 24 de fevereiro, com vitória de Michael Valgren (Astana), a QuickStep apertou os cintos e começou uma sequência de vitórias que impressionou até os mais céticos.

Clique para contribuir!

Veja como foi a Paris-Roubaix em 2017 aqui.

Niki Terpstra conquista Tour de Flanders à base da “Passada Holandesa”!

Paris-Roubaix: a clássica mais dura do mundo é neste domingo!

O atual campeão, Greg Van Avermaet (BMC), quer o bi e está cotado como um dos favoritos!

O gigante Niki Terpstra mostrou que está no melhor momento de sua carreira e já venceu esse ano a Le Samyn, a E3 Harelbeke e o Tour de Flanders, os três de forma convincente: escapado! Terpstra é um dos grandes favoritos para domingo. Todavia, o chefe da equipe já disse ter um problema que todo técnico gostaria de ter, que é a presença de vários atletas que podem vencer a prova: Philippe Gilbert, Zdenek Stybar, Yves Lampaert, além de Terpstra.

Peter Sagan pode surpreender domingo!

A torcida do “contra” é pesada, mas cada equipe terá um ou dois que podem surpreender domingo. A exemplo da Trek-Segafredo, que tem Jasper Stuyven, John Degenkolb e Mads Pedersen, talvez seja uma das equipes mais temidas e que podem surpreender, se eles conseguirem sair numa fuga ou resistir no grupo dos favoritos. A experiência da Trek também ajuda muito, desde a época em que Fabian Cancellara dominava os pavés de Flanders e do norte da França, a equipe sabe como andar bem aqui e isso pode ser um ponto a favor, assim como eles mostraram no Tour de Flanders no último domingo.

O belga Jasper Stuyven é um dos ciclistas que podem surpreender numa prova seletiva, talento para ele é o que não falta!

Além da Trek, a Cannondale terá Sep Vanmarcke e Sebastian Langeveld, que tem um retrospecto muito bom nos pavés e estão no pico de performance nessa temporada. Vanmarcke é apontado por muitos como um dos caras mais fortes para domingo. No Tour de Flanders, um tombo o atrapalhou no meio da prova, mas ele conseguiu voltar e chegar m 13º lugar, que a  sorte esteja do lado dele nesse domingo.

Mads Pedersen, de apenas 22 anos, é a grande revelação das clássicas dessa temporada!

Não podemos descartar a possibilidade de chuva domingo, e se isso acontecer, os belgas podem surpreender. Caras como Tiesj Benoot (Lotto-Soudal) e o campeão mundial de ciclocross Wout Van Aert (Verandas) são caras que quanto pior estiver o clima, mais eles andam, é algo a ser estudado pela ciência! :p

O pódio de 2015: Degenkolb venceu, Stybar ficou em segundo e GVA em terceiro. Figurinhas carimbadas para domingo!

Brincadeiras à parte, o que a QuickStep está fazendo esse ano está sendo sensacional. Ainda estamos no começo de abril e a equipe já venceu 22 provas! Quando chegarem os Grand Tours, como o Giro e o Tour, nos quais os velocistas do time Elia Viviani e Fernando Gaviria podem vencer muitas etapas, a equipe deve bater o recorde de vitórias de uma equipe em apenas uma temporada, talento e estratégia eles já mostraram que têm de sobra. Que venha o “Inferno do Norte”!

Comentários