Froome dando mais uma aula de descida

Clique para contribuir!

O jovem ciclista australiano Ben O’Connor (Dimension Data) venceu a terceira etapa do Tour dos Alpes que está sendo disputado na Itália, mas as atenções, mais uma vez, estão voltadas para Chris Froome. 

O’Connor de 22 anos venceu a terceira etapa do Tour dos Alpes.

O ciclista da Sky que segue em sua preparação final para a disputa do Giro da Itália, tem se mostrado muito agressivo, principalmente quando o assunto é descida.

O Tour dos Alpes não possui uma etapa plana, é montanha, atrás de montanha, dia após dia e, por conta disso, é disputado por vários dos ciclistas que estarão, em maio, no Giro da Itália. Estão na disputa Thibaut Pinot (FDJ), Miguel Angél López (Astana), Chris Froome (Sky), Pozzovivo (Bahrain Merida), Fábio Aru (UAE), entre outros…

E como geralmente acontece em provas de uma semana os ciclistas disputam as etapas como se não houvesse amanhã, todo dia é dia de alguém tentar algo, dificultado muito o controle das etapas pela Sky que levou uma equipe fortíssima para ajudar Froome mas está encontrando muitas dificuldades.

A dificuldade é tanta que, muitas vezes, Chris Froome precisa resolver sozinho, foi o que ele fez nos últimos 20 quilômetros da terceira etapa da Volta.

Depois de ver seu último gregário, o pequeno francês, Kenny Elissonde fundir o motor no final da última subida da etapa, mas ainda com quase 30 quilômetros para o final e mais de 30 segundos de diferença para o grupo que liderava e que tinha, entre outros, Pinot e Pozzovivo, seus adversários diretos pela classificação geral, Froome partiu para o ataque.

Kenny Elissonde vem desempenhando papel incrível na perseguição dos adversários e já lhe rendeu elogios do líder da equipe Chris Froome que disse, em entrevistas, que o francês tem mostrado grande poder nas escaladas passando a ser um dos grandes candidatos a uma vaga na equipe Sky para disputa do Giro da Itália.

E, claro, ele deu mais uma aula, principalmente de descida.

Veja mais: Tour de France: Froome ataca na descida para vencer a etapa

Após o termino da subida eles entraram na descida de 18 km que havia antes dos 8 km finais que eram mais planos e foi onde ele começou a utilizar toda sua potencia e técnica para descer o mais rápido possível e encostar nos ponteiros.

Tentando acompanha-lo vinham, Angél Lopez e Sanchez (Astana), a outra revelação colombiana Ivan Ramiro Sosa de apenas 20 anos, George Bennett (Team LottoNL-Jumbo) e, logo depois, juntou-se a eles Fabio Aru que conseguiu fazer o milagre de encostar.

Na frente, Pinot, Pozzovivo e O’Connor tentavam manter a diferença que era de cerca de 20 segundos quando Froome entrou na descida.

O ciclista da Sky foi implacável e quando avistou os 3 fugitivos logo os alcançou e não deu descanso, passou todo mundo e tocou o terror, acelerando forte e fazendo todo mundo persegui-lo até que o grupo alcançou o trecho mais plano.

A grande vítima da descida foi Sosa, o ciclista colombiano, que era o atual líder da prova, acabou caindo em uma das muitas curvas perigosas. Apesar do susto nada grave aconteceu, ele terminou a etapa, mas saiu da disputa da geral, finalizando a mais de 4 minutos dos líderes.

Mais uma promessa colombiana, o jovem de 20 anos, Ivan Ramiro Sosa (Androni – Sidermec – Bottecchia) assumiu a liderança na segunda etapa, após dois terceiros lugares na primeira e segunda etapas, porém perdeu a camisa devido a um tombo. Outro que promete dar muito trabalho em breve.

No plano, Froome foi alcançado pelo restante do grupo e foi aí que O’Connor viu a oportunidade e partiu. Sentindo a marcação entre todos, ele forçou um ataque, o grupo inicialmente tentou perseguir, mas logo depois parou e o ciclista da Dimension Data abriu vantagem que conseguiu manter até o final da etapa.

Veja um trecho da descida feita por Chris Froome:

Resultados

Comentários