Dauphiné: Alaphilippe mostra sua força na montanha, Moscon é o novo líder!

Saiba como!

Belíssima vitória do astro francês Julian Alaphilippe (QuickStep-Floors), que se aproveitou do ataque de Daniel Martin (UAE) no último quilômetro para, junto com Geraint Thomas (Sky) e Romain Bardet (Ag2r) formarem o quarteto que disputou a vitória. Ao final, Martin foi segundo e Thomas terceiro.

A etapa terminou numa duríssima montanha, o Lens-en-Vercors, que pelo perfil da etapa indicava que os especialistas em clássicas dos Ardennes seriam os grandes favoritos, com ritmo forte e percurso sinuoso.

Tour da Suíça: a última batalha antes do Tour de France

Ataque de Froome na etapa 19 do Giro da Itália foi cuidadosamente arquitetado pelo Team Sky

Team Sky at stage 4 of the Criterium du Dauphine
O campeão espanhol de crono, Jonatan Castroviejo, liderava o Team Sky através das montanhas e da chuva.

A primeira etapa de montanha do Critérium du Dauphiné foi caótica, do início ao fim. A primeira hora de competição foi coberta com média de 53km/h, o que já indicava que seria uma etapa dolorida para todos. A Sky manteve o ritmo forte do pelotão nas montanhas e foi matando as fugas que apareciam. O ritmo era tão forte hoje, que a fuga da etapa só foi surgir com 80km do final, sendo que a etapa inteira tinha 181km, ou seja, durante 101km o ritmo esteve tão forte que não permitiu que nenhuma fuga se estabilizasse.

Dario Cataldo (Astana) was caught at the end of stage 4 of the Criterium du Dauphine
Dario Cataldo (Astana) foi o ciclista mais combativo da etapa e foi alcançado bem perto da chegada.

A fuga do dia, formada nos últimos 80km era composta por: Dario Cataldo (Astana), Lukas Postlberger (Bora-Hansgrohe), Jens Keukeleire (Lotto Soudal) and Edvald Boasson Hagen (Dimension Data) finally broke clear of the peloton. Odd Christian Eiking (Wanty-Groupe Gobert), Arnaud Courteille (Vital Concept), Simon Clarke (EF-Drapac) e Bryan Coquard (Vital Concept). Cataldo, veterano ciclista da Astana, foi o mais forte da fuga e o último a ser alcançado, com apenas 300m para a chegada, quando Martin, Alaphilippe e cia passaram voando rumo à reta de chegada.

Gianni Moscon (Team Sky) leads Criteirum du Dauphine
Gianni Moscon (Team Sky), de apenas 24 anos é o novo líder do Critérium du Dauphiné!

O líder Michal Kwiatkowski (Sky) não teve a mesma força na etapa de hoje e perdeu a camisa amarela para o jovem italiano Ganni Moscon, ou seja, a camisa mudou de dono, mas continua dentro da Sky! Moscon é um dos ciclistas mais talentosos do pelotão, sendo considerado um atleta completo, algo bastante raro no ciclismo, já possui resultados expressivos em provas de contra-relógio, etapas de montanha e foi 5º colocado na Paris-Roubaix em 2017, ou seja, o cara é um alienígena!

Vincenzo Nibali (Bahrain-Merida) under the rain at stage 4 of the Criterium du Dauphine

Amanhã os ciclistas enfrentam nova etapa de montanha, a disputa está muito acirrada e tudo pode acontecer, todas as equipes querem atacar a Sky e ver até que ponto eles ainda poderão dominar a prova como estão fazendo!

Vídeos da etapa:




Resultados

Comentários