Mundial 2018: Remco Evenepoel é a maior revelação dos últimos anos no ciclismo!

Saiba como!

Por Ígor Donini

Parecia fácil! Ao cruzar a linha de meta, hoje em Insbruque, na Áustria, o jovem belga de 18 anos, Remco Evenepoel, fez o mesmo gesto que seu ídolo Philippe Gilbert fez ao vencer o Tour de Flanders em 2017, levantou a bike com calma e passou a linha de chegada com a bike ao alto, correu contra si mesmo!

Veja aqui como foi o brasileiro Vinícius Rangel no Mundial!

A bike que ele usou, por sinal, é a mesma usada por Gilbert, pois os dois serão colegas de equipe em 2019, já que Evenepoel foi contratado pela fortíssima equipe QuickStep-Floors. O futuro de Evenepoel é incerto, ele pode ser qualquer coisa, desde um futuro vencedor de Grand Tour (algo que a Bélgica não tem há decádas) ou pode aproveitar o forte desempenho nas clássicas da QuickStep e ir por esse caminho. Uma coisa é certa: o garoto é, realmente, MUITO FORTE!

The junior men's road race at the World Championships in Innsbruck

Com 18 anos, e após sair das categorias de base no futebol, Evenepoel decidiu, há 2 anos, focar no ciclismo, impulsionado pela paixão dos belgas que são loucos pelas clássicas e pelo ciclismo. Esse ano, o jovem ciclista venceu tudo que quis, cronos, voltas, sprints massivos, clássicas, culminando com os títulos de contra-relógio e estrada no mundial, ambos com supremacia!

Remco Evenepoel (Belgium) attacks

A vitória no contra-relógio do mundial foi uma surpresa, principalmente por ter colocado 1:24min no segundo colocado e por ter sido uma prova muito dura. Evenepoel manteve a média de 50km/h no crono, algo surreal para um atleta júnior e ainda mais por não ter todas as marchas, que devido à sua categoria, não são permitidas algumas relações mais pesadas, tanto é que nas descidas o ciclista belga “estourava o giro” mantendo uma cadência de quase 120 rpm. Realmente, um monstro!

Veja a prova na íntegra:

Comentários