Fernando Gaviria pode rescindir o contrato com a Quick-Step

Saiba como!

De acordo com o jornal italiano La Gazzetta dello Sport, os Emirados Árabes Unidos (UAE) estão em conversas avançadas com o velocista colombiano Fernando Gaviria.

A equipe árabe pretende contratá-lo para a próxima temporada, mas isso só será possível se houver a recisão de seu contrato atual com a Quick-Step Floors que vai até final de 2019.

Ao que tudo indica o acordo será fechado entre as duas equipes após o pagamento de uma quantia pela recisão do contrato.

Patrick Lefevere, gerente da atual Quick-Step Floors, está procurando novos patrocinadores para a equipe há algum tempo e parece começar a ter algum problema financeiro para manter algumas de suas estrelas.

O jovem espanhol de 23 anos, Enric Mas, que terminou em segundo na Vuelta a Espanha 2018 também é outro que deve deixar a Quick-Step, ele está negociando sua ida para a Astana.

O principal responsável pela tentativa de levar Gaviria para a UAE é o atual gerente esportivo da equipe, Joxean Matxin. Matxin foi durante alguns anos caçador de talentos da Quick-Step e foi quem coordenou a aproximação de Gaviria com Lefevere.

A ida de Gaviria para a UAE, apesar de ser um dos melhores velocistas da atualidade e ter apenas 24 anos, poderá não ser um grande problema. A Quick-Step conseguiu fazer ressurgir o italiano Elia Viviani que depois de ter um ano apagado defendendo a Sky em 2017, em 2018, conquistou 22 vitórias. Além de Viviani a Quick-Step possui ainda duas jovens promessas, o colombiano Álvaro José Hodeg e o holandês Fabio Jakobsen, ambos de 22 anos, que sempre que são colocado a prova mostram o seu valor.

Fabio Jakobsen
Álvaro José Hodeg

Com isso, apesar da possível saída de Gavíria a Quick-Step, ou Wolf Pack como vem sendo chamada, não deixará de ser forte assim como foi em 2018 com suas atuais 69 vitórias!

Comentários