Valverde estreou a camisa arco-íris na Tre Valli Varesini

Saiba como!

Nove dias depois de vencer o título mundial de estrada na Áustria, o espanhol Alejandro Valverde (Movistar) já estreou em competição a famosa camisa arco-íris na tradicional Tre Valli Varesini, na Itália.

Depois de três anos com Peter Sagan (Bora-Hansgrohe), a camisa de campeão mundial parecia ter um dono perpétuo, mas com uma prova de estrada altamente seletiva como essa de 2018, o mundial teve um novo rei: Alejandro “Bala” Valverde.

Veja também:

Sunweb contrata o novo campeão mundial sub23

Sessler vai para o Tour da Turquia em busca de resultados

Alejandro Valverde and Rigoberto Uran Tre Valli Varesine
Rigoberto Uran (Cannondale) e Alejandro Valverde (Movistar) na Tre Valli Varesine.

Tre Valli Varesini: clássica dura e técnica

Com 209.9km, a Tre Valli Varesini é uma clássica complicada. Ela passa por estradas italianas com séculos de existência, muitas delas estreitas e com subidas curtas e duras. Além disso, como as estradas são muito antigas, ao longo do tempo foram feitas muitas adaptações na engenharia de trânsito e, devido a isso, o traçado da prova ficou bastante técnico ao ser entrecortado por rotatórias e cruzamentos.

Toms Skujins wins Tre Valli Varesine
Toms Skujins venceu o sprint da Tre Valli Varesine com facilidade!

A prova foi vencida pelo lituano Toms Skujins (Trek-Segafredo), ao bater no sprint um seleto grupo contendo grandes ciclistas. A segunda colocação ficou com Thibaut Pinot (FDJ) e em terceiro ficou Peter Kennaugh (Bora-Hansgrohe).

Comentários