Tour Down Under: Philipsen vence e Ewan é desclassificado

Saiba como!

Caleb Ewan (Lotto Soldal) venceu, mas não levou a quinta etapa do Tour Down Under. Após o final da etapa os comissários analisaram as imagens da chegada e consideraram imprópria uma manobra feita pelo ciclista australiano. Com a punição Jasper Philipsen (Emirados Árabes Unidos) foi declarado vencedor da etapa à frente de Peter Sagan (Bora Hansgrohe) e Danny van Poppel (Jumbo-Visma).

Primeira vitória profissional do jovem belga de 20 anos de idade, Jasper Philipsen (UAE).

A etapa plana desse sábado foi marcada por várias tentativas de corte do pelotão devido ao vento cruzado em várias partes do percurso. Mas, apesar de todo esforço de várias equipes em quebrar o pelotão, nenhum favorito ficou para trás.

A Lotto botou pra moer e levou pânico ao pelotão!

No final, faltando cerca de 10 quilômetros para a chegada, a grande surpresa foi a queda do líder da classificação geral Patrick Bevin (CCC) que se envolveu em um acidente quando as equipes estavam imprimindo um ritmo muito forte.

Veja como foi:

Bevin se levantou com dificuldade e, a princípio, parecia que estaria com alguma fratura. Os colegas de equipe pediam uma nova bike que veio, ele voltou para a bike e contou com a ajuda de seus companheiros, uma trégua do pelotão que desacelerou quando souberam da notícia que o líder da geral havia caído e, principalmente, com uma estranha ajuda do carro da equipe.

Apesar da trégua do pelotão haviam poucos quilômetros para a chegada e não houve muito tempo para espera. Com cinco quilômetros para o final, Bevin estava finalmente ao final da caravana e as equipes reiniciaram as hostilidades.

A chegada foi velocíssima, com alguns quilômetros finais sendo percorridos com médias acima de 70 km/h!

Bora, Lotto e Quick Step brigavam pelos primeiros lugares do pelotão, mas no último quilômetro quem tomou o controle foi a Quick-Step que vinha com Viviani e dois gregários na frente.

Faltando 300 metros aconteceu o fato que tirou a vitória de Caleb Ewan. O grupo que vinha fazendo uma sequencia de curvas, já se aproximando da reta final. Os dois jovens disputavam a roda do tri campeão do mundo, Peter Sagan que estava logo atrás do italiano Elia Viviani. Ewan, até certo momento, era quem estava atrás de Sagan, mas, depois de uma curva, perdeu a posição para o belga Philipsen. Insatisfeito em perder a melhor posição, Ewan emparelhou com o Philipsen e, depois de algumas cabeçadas, reassumiu sua posição, fazendo com que Philipsen fosse para a sua roda.

Os nervos estavam a flor da pele entre os dois quando Ewan decidiu partir, pegando Viviani e Sagan de surpresa. Philipsen, que nesse momento devia estar querendo bater no pequeno australiano, saiu logo atrás e se aproveitou muito bem da roda de Ewan, apesar de não conseguir a ultrapassagem. Ele chegou em segundo lugar, mas depois da análise das imagens foi declarado vencedor da etapa.

Caleb Ewan comemora a sua vitória.

Foi a primeira vitória do jovem belga de 20 anos no profissional.

Com os resultados Bevin, que sofreu, mas conseguiu manter-se no grupo nos últimos quilômetros, permaneceu na liderança geral da volta e tem agora 7 segundos de vantagem para Daryl Impey (Mitchelton-Scott) o segundo colocado e 16 para Luis Leon Sanchez (Astana) que está em terceiro.

Ewan acabou sendo terminando, depois da punição, em 83º lugar e ainda teve 15 pontos retirados da classificação de sprint.

Amanhã os ciclistas enfrentarão a última etapa e saberemos quem será o vencedor do Tour Down Under 2019 após a grande disputa entre os principais favoritos que acontecerá na famosa subida de Willunga Hill.

Melhores momentos:

Classificação