Bardet e Ag2r prometem colocar mais pressão em Chris Froome

Ag2r-LaMondiale isolou Froome e foi ao ataque (Getty Images).
Saiba como!

Ontem, na 15a etapa do Tour de France, um fato chamou bastante a atenção dos telespectadores, a atuação da equipe francesa Ag2r-LaMondiale, ao acelerar o pelotão em meio às curvas de uma parte montanhosa em que a prova passava, fez o pelotão se quebrar, deixando o líder Chris Froome (Sky) em apuros! A meta agora é repetir o processo, pois “Froome não pode se distrair!”, segundo Bardet.

A atuação da equipe Ag2r-LaMondiale, até então neste Tour, havia sido bastante tímida, sem  ciclistas saindo em fugas ou atletas disputando sprints desnecessários, deixando todo o poder da equipe para ajudar Romain Bardet nos momentos cruciais da prova. O campeão belga, Olivier Naesen, foi o responsável pela quebra do pelotão e Naesen tem tido, até aqui, uma temporada muito boa, se mostrando mais um atleta crucial nesta que tem sido considerada a mais forte equipe francesa da atualidade.

Veja também: Tour de France: Barguil vence e Landa brilha no 14 de julho

Confira: Tour de France: Bardet vence e Aru tira a camisa amarela de Froome

Alexis Vuillermoz e Mathias Frank ajudando Bardet a colocar pressão em Froome, que etapa! (Getty Images)

Além de Naesen, a Ag2r-LaMondiale ainda tinha no grupo da frente o escalador Alexis Vuillermoz, além de Pierre Latour, dois ciclistas que se encontram em um grande momento na carreira e ainda devem ajudar muito Bardet, que até o momento se coloca na terceira posição na classificação geral.

O fato é que se Jakob Fuglsang e Fabio Aru, ambos da Astana, não tivessem ajudado Chris Froome na etapa 9 (na qual Porte caiu e Uran venceu), Bardet poderia estar de amarelo e a pressão sobre Froome teria sido ainda maior, fazendo-o trabalhar mais e assim a prova teria acontecido com uma outra dinâmica. “Não sei por que Aru e Jakob ajudaram Froome a me alcançarem, tudo poderia ter sido diferente”, afirmou Bardet. Somado a este fato, a presença de Landa em todos os momentos decisivos da prova é algo que aumenta a supremacia da equipe Sky, fazendo com que as outras equipes tenham de tomar atitudes ainda mais agressivas, como esta de tentar quebrar o pelotão feita pela Ag2r ontem.

Romain Bardet tem sido bastante agressivo neste Tour e se mostra em grande fase neste momento (Getty Images).

Ainda temos algumas duras etapas nos Alpes essa semana e muita coisa pode acontecer, além disso, Froome é melhor no crono que todos os seus rivais neste momento, o que vai fazer com que essa terceira semana seja ainda mais caótica!