John Degenkolb renasce das cinzas para a temporada de clássicas

Depois de duas temporadas difíceis, o campeão da Paris-Roubaix e da Milan-San Remo em 2015, John Degenkolb (Trek-Segafredo) está de volta ao seu melhor, após duas vitórias na abertura da temporada,  na Challenge Mallorca, na Espanha. ‘Dege’ executou duas belas chegadas ao vencer no sprint seus adversários e mostrando que aquele ciclista que sofreu um grave acidente em 2016 está finalmente recuperado.

Foram duas temporadas complicadas, após o acidente na Espanha, em janeiro de 2016 que deixou sequelas até hoje. Na ocasião, ele e seus companheiros de Giant-Alpecin treinavam na Espanha, buscando clima e boas estradas para a preparação para as clássicas na qual ‘Dege’ iria defender os títulos de campeão da Milan-San Remo e Paris-Roubaix, ele estava no auge de sua carreira com apenas 27 anos. Todavia, uma senhora britânica se confundiu com a orientação da estrada e invadiu o lado que estavam os ciclistas, se chocando de frente com o grupo que estava Degenkolb, Warren Barguil, Chad Haga entre outros. Todos foram para no hospital, a violência da batida foi tamanha que se especulava na época que todos teriam perdido a temporada e talvez jamais voltariam a ter o mesmo desempenho no ciclismo, com ossos quebrados e sequelas psicológicas, mas todos voltaram!

Veja também: FDJ muda de nome e uniforme nesta temporada

John Degenkolb (Giant-Alpecin) venceu um grupo seleto de ciclistas no lendário Roubaix Velodrome, batendo Zdenek Stybar (Etixx-QuickStep) & Greg Van Avermaet (BMC)  na Paris-Roubaix 2015 (CT)

Veja também:

Após retorno triunfal, Valverde quer enfrentar a Sky na montanha

Belga de 23 anos se retira do ciclismo profissional.

Ciclistas que se retiraram em 2017

‘Dege’ ainda precisou passar uma cirurgia de emergência após o acidente, para recolocar um dedo que foi decepado, demorou vários meses para se sentir bem sobre a bicicleta, tempos sombrios afastavam um dos melhores ciclistas alemão de clássicas que já existiu, mas agora, tudo parece ser diferente!

A equipe americana Trek-Segafredo ofereceu um contrato para ‘Dege’ no final de 2016, algo que o atleta mais precisava era uma mudança de ambiente, novos desafios e esquecer a terrível temporada de 2016. Mas, 2017 o que se viu foi um ciclista ainda apático, lutando com gripes e outras infecções que continuavam a atazanar a sua vida. “Poucas pessoas ainda se lembram de tudo o que eu já conquistei, as clássicas monumentos, vitórias em Grand Tours, agora apenas se lembram das minhas piores temporadas de 2016 e 2017, um período no qual eu estava em recuperação”, afirmou Degenkolb à TV alemã.

Degenkolb e seu dedo que foi religado após o acidente em janeiro de 2016. Uma longa trajetória de recuperação se passou e agora ele voltou com tudo!

A verdade é que para um ciclista que quer ser líder de uma grande equipe, os resultados contam muito, talvez até demais! Por hora, o alemão se diz muito motivado para esta temporada, após encerrar a temporada de 2017 ainda em setembro, não foi selecionado para equipe alemã que disputou o mundial em Bergen, na Noruega, uma prova que tinha boas características e adequada ao seu perfil, mas ele ainda não estava bem. “Tirei 5 semanas de descanso para recarregar totalmente as energias, voltei treinando bastante relaxado e acumulando uma boa quilometragem ainda em novembro, nos meses de dezembro e janeiro fizemos bons training camps com a equipe e alguns trabalhos específicos, acredito que estas duas vitórias na abertura da temporada dizem muito, um momento de real transformação”, disse na entrevista à TV alemã.

Com todos estas boas notícias, é um fato constatado que ‘Dege’ possa realmente estar no seu melhor e mais, a equipe Trek-Segafredo vem muito forte para esta temporada, sendo muito agressiva nas competições que tivemos agora em janeiro, algumas fontes que temos de dentro da equipe dizem que o clima melhorou após a saída de Alberto Contador e que agora todos podem ter chances de sair em fugas decisivas e tentarem vitórias, a equipe de clássicas está cada vez mais forte e as vitórias de Degenkolb e Tom Skujins na Challenge Mallorca dizem muito, eles estão com tudo!

Dia 24 de fevereiro teremos a abertura das clássicas com a duríssima Omloop Het Niewsblad, na Bélgica, com a presença de todos os #mitos do ciclismo como Greg Van Avermaet, Sagan, Naesen, Degenkolb, Sep Vanmarcke, Gilbert, Stannard, Felline, Stuyven e cia, é ali que veremos eles em ação!

Veja também:

Sky vai em busca do título da Vuelta a La Comunitat Valenciana

Comentários