Giro d’Itália: Froome renasce no Zoncolan!

Saiba como!

A chegada numa das montanhas mais místicas do ciclismo aguardava uma reviravolta no Giro 101, dessas que poucos poderiam prever ou mesmo imaginar! O britânico, atual campeão do Tour e da Vuelta, Chris Froome (Sky) mostrou por que é um dos melhores ciclistas de grand tours da história e calou o atual líder Simon Yates (Mitchelton-Scott) com uma vitória monumental.

Veja também:

Zoncolan ou Angliru, qual é o mais brutal?

Giro d’Itália: Mohoric vence em etapa explosiva!

Atletas profissionais para seguir no Strava

Yates caça Froome e é caçado pelo resto. Que etapa!

Yates fez o suficiente para manter a camisa e colocar tempo em seus adversários, principalmente Dumoulin, que terminou o dia com mais 37 segundos de distância de Yates, já considerando aqui os 6 segundos de bonificação pelo segundo lugar na etapa. A diferença total entre os dois está agora em 1’24”, tempo que Dumoulin pode tirar no crono de terça, o que indica que Yates tentará de toda forma tirar mais tempo amanhã, quando acontece outra etapa bastante montanhosa e complicada!

Veja também:

Giro d’Itália: Viviani bate Bennett e amplia liderança por pontos

A nave que Henrique Avancini pilotará em Albstadt

Mathieu van der Poel vence o Short Track e larga na primeira fila em Albstadt

Chris Froome (Team Sky) tries to signal to the running T-Rex to move out of the way, stage 14
Chris Froome (Team Sky) não queria brincadeira com o T-rex hoje!

Froome fez um estrago na classificação geral, antes do Zoncolan ele não estava nem entre os 10 na geral e agora está em quinto. Uma bela ascenção!

Quem também andou muito foi o colombiano Miguel Angel “Superman” Lopez (Astana), que mostrou que esta última semana do Giro deve ser realmente crucial para os ciclistas da geral, pois ainda temos 2 chegadas parecidas com o Zoncolan pela frente, além de outras 2 etapas de montanha muito duras e um crono, ou seja, há muita água pra passar por baixo da ponte neste Giro, que começa a ficar um pouco mais aberto, por mais que Yates esteja, até aqui, sendo considerado o mais forte.

Simon Yates (Mitchelton-Scott) chases Chris Froome (Team Sky) on the Monte Zoncolan, stage 14 at the Giro d'Italia
O famoso túnel do Zoncolan, de onde saem os monstros!

A etapa foi marcada por muitos ataques no começo do dia e um ritmo infernal, pois as equipes queriam desgastar os escaladores antes do Zoncolan, caras como Yates, Lopez e Pozzovivo andam bem na montanha, mas nas partes planas eles precisam se segurar para não gastar energia no plano, por serem muito leves, mas equipes como a BMC e a Sunweb, que tem grandes passistas (Dumoulin e Dennis), precisaram forçar o ritmo para amenizar a força dos escaladores e fazer com que a subida ao Zoncolan fosse menos agressiva. Isso ajudou Froome a vencer a etapa, ele é o ciclista mais alto a vencer ali, uma subida feita para atletas leves e baixos, mas como foi escalada com um ritmo mais constante, ajudou o monstro britânico.

Apenas uma mostra da paixão dos italiano pelo ciclismo, dezenas de milhares de fãs subiram pedalando para ver a chegada no Zoncolan!

Enquanto isso, lá atrás, o pelotão dos velocistas cruzava as serras das Dolomitas em ritmo mais tranquilo e mais de 30 minutos depois de Froome e cia. O último a cruzar a etapa foi Sam Bennett (Bora-Hansgrohe) que aproveitou para dar um show pra galera!

The breakaway on stage 14 of the Giro d'Italia
A fuga do dia: Valerio Conti (UAE-Team Emirates), Mads Pedersen (Trek-Segafredo), Francesco Gavazzi (Androni-Sidermec), Enrico Barbin (Bardiani-CSF), Matteo Montaguti (AG2R La Mondiale), Laurent Didier (Trek-Segafredo) e Jacopo Mosca (Wilier-Selle Italia)

Amanhã os ciclistas encaram mais uma dura etapa de montanha, entre Tolmezzo e Sappada, na qual tudo pode acontecer! Não perca e acompanhe a DigitalCycling 😉

Vídeos da etapa:







Acompanhe tudo o que acontece no Giro d’Itália aqui.

Resultados oficiais: