Giro d’Itália: Froome carimba título e Pinot desaba na Geral

Saiba como!

Mais uma etapa monstruosa neste #Giro101, e pela última vez nesta edição de 2018, os ciclistas enfrentaram as montanhas dos Alpes e brigaram pela Maglia Rosa, que continuou firme nos ombros de Chris Froome (Sky).

A etapa terminou na dura serra de Cervinia, na divisa entre a Itália e a Suíça, onde Tom Dumoulin (Sunweb) atacou várias vezes Froome, mas não teve condições de arriscar a liderança do britânico. Dumoulin realmente lutou até os últimos metros e terminou a etapa arrasado, perdendo o Giro por apenas 40 segundos!

Veja também:

Domingo tem Copa do Mundo em Nove Mesto – Avancini vai para o combate!

Giro d’Itália: Em etapa histórica, Froome ataca a 80 km do final e assume a Maglia Rosa

Giro d’Itália: Yates sofre, mas mantém a Maglia Rosa

Mikel Nieve (Mitchelton-Scott) venceu a etapa no dia de seu aniversário. Hoje, definitivamente, era o seu dia!

A vitória de etapa ficou com o basco Mikel Nieve (Mitchelton-Scott), que mostrou mais uma vez, por que é um dos melhores escaladores do mundo, além de resgatar o orgulho dentro da equipe Scott que saiu muito abalada da etapa de ontem, na qual Simon Yates desabou na classificação geral. Em segundo chegou o grande escalador holandês Robert Gesink (LottoNL-Jumbo), e em terceiro uma das revelações desta temporada, o austríaco Felix Grossschartner (Bora-Hansgrohe). Todos chegaram de uma grande fuga que se iniciou no começo da etapa e chegou a ter quase 10 minutos de vantagem sobre o pelotão do Maglia Rosa.

Dumoulin atacou muitas vezes Froome na subida final, até não ter mais forças. Aqui aconteceu a disputa pela chegada, Froome veio na roda de Poels e comemorou após cruzar a meta!

Nota: Nieve venceu, em 2011, uma das etapas mais duras da história do ciclismo, após 7h27 minutos de montanhas e debaixo de chuva, com chegada no mítico Val di Fassa. Hoje ele escreveu novamente seu nome entre os grandes deste esporte!

E por falar em caras desabando na classificação geral, hoje foi o dia do francês Thibaut Pinot (FDJ) ter um dia ruim, ele perdeu mais de 30 minutos e saiu fora do top10, sendo um dos atletas mais constantes desse Giro, todos ficaram impressionados com o desfecho destas etapas finais nos Alpes.

A fuga da etapa, muita gente boa na dianteira! Até o Viviani (líder na classificação por pontos, de roxo) quis sair na foto :p

O fato é que nesta última semana, poucos ainda tinham forças para atacar e, pior, o corpo já não recupera como no começo da competição, fazendo com que os esforços de um dia sejam acumulados com os do dia seguinte. O que se viu foi grandes atletas, como Yates, Pozzovivo e Pinot, sofrendo muito nestas etapas finais e dando adeus à vitória geral.

O francês Thibaut Pinot (FDJ) escoltado por seus companheiros de equipe. De terceiro na geral para o “quase” abandono.

Entre os ciclistas sul-americanos, a boa notícia foi a belíssima briga entre o equatoriano Richard Carapaz (Movistar) e o colombiano Miguel Angel “Superman” Lopez (Astana), que disputaram até os últimos metros a camisa branca de jovem talento. Lopez terminou a etapa 47 segundos à frente de Carapaz e ambos mostraram como o ciclismo latino anda forte, principalmente na alta montanha! Os dois ciclistas ainda devem trazer grandes alegrias para a nação ciclística da América Latina!

Agora, apenas uma etapa plana e relativamente tranquila, separa Froome de seu primeiro título no Giro d’Itália. Ele fez a histórica marca de vencer Tour, Vuelta e Giro de forma seguida e de formas incontestáveis! Muitos ainda não acreditaram no que ele fez na etapa de ontem, foi algo, realmente, surreal!

Vídeos da etapa:



Acompanhe tudo o que acontece no Giro d’Itália aqui.

Resultados oficiais:

Comentários