Mundial de Estrada: Greipel não quer dividir a liderança com Kittel

As coisas não andam bem dentro do time alemão, e para quem achava que “um é bom, dois é demais”, acabou percebendo que a máxima está correta num dos times mais fortes para o próximo mundial de estrada.

A Alemanha por falta de um velocista de alto nível, possui dois: Marcel Kittel e Andre Greipel, ambos com reais chances de conquistar a tão sonhada camisa arco-íris. Kittel venceu 11 provas nesta temporada, dentre elas estão vitórias em etapas no Tour de France e no Giro d´Itália, Greipel não ficou atrás, e venceu nove provas no ano e vem em ótima fase.

A prova que será realizada no Qatar será completamente plana, e os maiores adversários dos atletas devem ser o calor e a distância de 260km, que pode minar as forças daqueles que não estiverem na sua melhor forma física. Além de contar com os dois velocistas citados acima, a Alemanha conta ainda com um trem embalador muito forte, com Tony Martin (que acabou de assinar para a Katusha), Cristian Knees (Sky), Simon Geschke e Nikias Arndt (Giant Alpecin), além de John Degenkolb, que ainda não se posicionou sobre suas intenções neste mundial, mas é certo que ele deve ir para a prova também para vencê-la.

Deste modo, o técnico da equipe terá um grande problema que todos gostariam de ter: excesso de talento na equipe. A escalação final deve sair após a clássica de Hamburgo neste final de semana, prova vencida por Greipel em 2015.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Imagens: Tim De Waele TDWSport

Comentários

Be the first to comment

Deixe uma resposta