Tre Valli Varesine: Colbrelli vence mais uma clássica italiana

Saiba como!
Esta matéria tem o apoio delogo-bici

Sony Colbrelli está com tudo, venceu de forma imponente a difícil clássica italiana de outono, Tre Valli Varesine, e assim trouxe mais uma vitória para sua equipe, a Bardiani-CSF. O novo contratado para o forte time Bahrein-Merida para próxima temporada se impôs após quase 5 horas de competição sobre os compatriotas italianos Diego Ulissi (Lampre-Merida) e Francesco Gavazzi (Androni-Sidermec). Colbrelly venceu na semana passada o GP Citta di Peccioli, da mesma forma e com, praticamente, os mesmos atletas que estavam presentes hoje, ou seja, com nível muito alto.

O pelotão que foi para o sprint era selecionado, com apenas 15 atletas, entre eles estavam estrelas como Philipe Gilbert (BMC), Rigoberto Uran (Cannondale), Fabio Aru (Astana) e Gianluca Brambila (Ettix). O final da prova consistia de um circuito de 12,5 km seletivo, onde restaram apenas os 15 guerreiros que lutaram até a chegada. O percurso total somou 200km de prova.

sptdw1010_670
O pódio foi italiano: Diego Ulissi (Lampre-Merida), Colbrelly e Francesco Gavazzi (Androni-Sidermec) (TDW).

Nibali de volta às competições!

Vincenzo Nibali voltou a fazer o que mais gosta hoje, fez parte do pelotão da Tre Valli Varesini e mostrou que a temporada de 2016 ainda não acabou para ele. Após sofrer uma terrível queda nos qulômetros finais da prova de estrada dos Jogos do Rio, ele acabou fraturando a clavícula e sofreu um doloroso processo de recuperação para retornar em menos de 2 meses às competições.

Nibali liderava a prova de estrada dos Jogos do Rio, escapado com Sérgio Henao (Colômbia) e Rafal Majka (Polônia) e infelizmente os dois primeiros foram ao chão. Sérgio Henao também se quebrou, tendo costela e o osso do coccix fraturados na queda. Majka, pelo contrário, escapou ileso e conseguiu conquistar a medalha de Bronze para a Polônia.

Nibali utilizou a prova de hoje como preparação, ele deve correr o Tour de Almati, que é uma volta que vem crescendo e acontece no Cazaquistão, na região de sua capital Astana, que por sinal, servirá, ao mesmo tempo, de promoção para a equipe do atleta e da belíssima cidade no continente asiático.

bettiniphoto_0264256_1_originali_670
Vincenzo Nibali está de volta às competições após ter quebrado a clavícula na prova de estrada das olimpíadas. Ele se prepara para competir no Tour de Almaty (Cazaquistão) por sua equipe, a Astana (BettiniPhoto)

Veja os últimos km da prova a partir do ataque do francês Remy di Gregório (KTM):

Veja mais fotos da prova (Bettini Photo):

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultados

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta