Tour de France revela seu percurso de 2017, largada será na Alemanha

Saiba como!
Esta matéria tem o apoio delogo-bici

Acabou o segredo, o percurso do próximo Tour de France foi revelado. Ontem foi realizada uma festa de gala, com a presença dos principais atletas da modalidade e dirigentes de equipes, na qual foram apresentadas as etapas, assim como seus detalhes. A opinião dos atletas foi unânime: será um Tour de France bem diferente da edição de 2016, mas, como sempre, muito duro.

A realização da apresentação do Tour acontece sempre em outubro do ano anterior, para que os atletas possam se preparar com antecedência e as equipes já possam planejar seu orçamento e investimentos para chegar na prova com o que há de melhor, seja no quesito tecnologia, seja na preparação.

Serão apenas 3 chegadas ao alto de montanha e bem espaçadas, na 5ª (La Planche des Belles Filles), 12ª (Peyragudes) e 18ª (Col d’Izoard), e 5 etapas de montanha com chegada no plano.

É fato que a organização do Tour se espelhou no sucesso conseguido pelos organizadores da Vuelta e Giro, ao colocar etapas mais curtas com montanhas desconhecidas, privilegiando atletas que gostam de atacar e dar aquele ar de suspense, e claro, um pouco de drama. Segundo o diretor da prova, Christian Prudhomme, foi requerido à UCI, a diminuição do tamanho das equipes (atualmente são 9 por equipe), para dar maior dinâmica à prova e forçar com que a competição seja mais aberta a quem estiver bem preparado.

A etapa Rainha do Tour será a 12ª, com chegada no mítico Peyragudes, após 214km. A região é conhecida pois foi onde foi realizada a gravação do filme James Bond: o amanhã nunca morre. A subida final será a quinta montanha do dia.

tdf2017map

Segundo o atleta francês Thibaut Pinot (FDJ), será um Tour mais adequado as suas características, com dois contra-relógios curtos, um de 18km em Dusseldorf (Alemanha) e um no penúltimo dia em Marseille, com 23 km, e várias etapas de montanha. É a primeira vez em 25 anos que o Tour visitará todas as 5 regiões montanhosas da França e, diferente de 2016, onde tivemos várias etapas longas, em 2017 as etapas montanhosas serão um pouco mais curtas e agressivas, uma tendência que tem sido verificada no ciclismo moderno.

Para Richie Porte (BMC), quinto colocado geral na edição de 2016, este não é um percurso para escaladores puros, teremos várias etapas em que o vento pode desempenhar um papel importante e cortar o pelotão, como o que ocorre geralmente na região da Bretanha, e as etapas com montanhas curtas e explosivas proporcionam um espetáculo para os telespectadores, mas para os atletas são percursos com estratégia complicada.

froome
Froome afirmou que com a ausência de longos contra-relógios, ele quer chegar no Tour em sua máxima capacidade de escalar da carreira. Segura o homem! (Getty)

Para o atual campeão Chris Froome (Sky), a primeira impressão foi a de que será uma prova difícil, principalmente pela presença de etapas com trajetos acima dos 2000 metros de altitude em várias ocasiões, o que pode dificultar a vida dos atletas, mas ajuda os colombianos, que estão habituados a treinar em altas altitudes. Para Froome, o crono de 13 km já deve causar um grande impacto na geral, e na quinta etapa, a chegada no Planche des Belles Filles, com apenas 160km, deve causar uma grande reviravolta na geral, “e ainda estaremos na primeira semana!” afirmou o britânico.

*Atletas na foto de abertura: Thibaut Pinot, Romain Bardet, Chris Froome, Richie Porte, Julian Alaphilippe, Adam Yates e Thomas Voeckler (créditos: TDWSport)

Percurso completo:

Etapa 1, Sábado, 1 de Julho: Dusseldorf – Dusseldorf (ITT), 13km
Etapa 2, Domingo, 2 de Julho: Dusseldorf – Liege, 202km
Etapa 3, Segunda-feira, 3 de Julho: Verviers – Longwy, 202km
Etapa 4, Terça-feira, 4 de Julho: Mondorf-Les-Bains – Vittel, 203km
Etapa 5, Quarta-feira, 5 de Julho: Vittel – Planche des Belles Filles, 160km
profil_etape_5Etapa 6, Quinta-feira, 6 de Julho: Vesoul – Troyes, 216km
Etapa 7, Sexta-feira, 7 de Julho:Troyes – Nuit-Saint-Georges, 214km
Etapa 8. Sábado, 8 de Julho: Dole – Station des Tousses, 187km
profil_etape_8
Etapa 9, Domingo, 9 de Julho: Nantua – Chambery, 181km

profil_etape_9

Descanso 1, Segunda-feira, 10 de Julho
Etapa 10, Terça-feira, 11 de Julho: Perigueux – Bergerac, 178km
Etapa 11, Quarta-feira, 12 de Julho: Eymet – Pau, 202km
Etapa 12, Quinta-feira, 13 de Julho: Pau – Peyragudes, 214km

profil_etape_12Etapa 13, Sexta-feira, 14 de Julho: Saint-Girons – Foix, 100km

profil_etape_13Etapa 14, Sábado, 15 de Julho: Blagnac – Rodez, 181km
Etapa 15, Domingo, 16 de Julho: Laissac-Severac L’Eglise – Le Puy-en-Velay

profil_etape_15

Descanso 2, Segunda-feira,17 de Julho
Etapa 16, Terça-feira, 18 de Julho: Le Puy-en-Velay – Romans-Sur-Isere, 165km
Etapa 17, Quarta-feira, 19 de Julho: La Mure – Serre-Chevalier, 183km

profil_etape_17
Etapa 18, Quinta-feira, 20 de Julho: Briancon – Izoard, 178km

profil_etape_18
Etapa 19, Sexta-feira, 21 de Julho: Embrun – Salon-de-Provence, 220km
Etapa 20, Sábado, 22 de Julho: Marseille – Marseille (ITT), 23km
Etapa 21, Domingo, 23 de Julho: Montgeron – Paris Champs Elysees, 105km

Confira o percurso em 3D:

Le parcours en 3D / The route in 3D – Tour de… por tourdefrance

Comentários

Be the first to comment

Deixe uma resposta