Português Amaro Antunes faz a festa e leva a decisiva etapa no Algarve

Saiba como!
Esta matéria tem o apoio delogo-bici

Para alegria geral do país sede da Volta ao Algarve o português Amaro Antunes, 26 anos, da equipe portuguesa W52-FC Porto, venceu a última etapa no alto do Malhão.

O atleta, a poucos metros da linha, apontava para o chão em um claro gesto “aqui é a minha terra”, um quase “aqui mando eu”.


Durante a etapa era esperado o duelo entre Primoz Roglic (Team Lotto NL-Jumbo) e  Michal Kwiatkowski (Sky) pela vitória geral e ele veio na subida do Malhão, mas, apesar da tentativa da equipe inglesa em endurecer o inicio da subida e tentar algo com Kwiatkowski, quando o ataque veio foi logo respondido por Roglic que estava atento e não deu chances para que o ex-campeão mundial abrisse e colocasse os 22 segundos necessários para a virada.

Os vencedores do dia: Tony Gallopin (Lotto Soudal), Primoz Roglic (Lotto Jumbo), Michal Kwiatkowski (Team Sky), Amaro Antunes (W52 Porto FC), Tiesj Benoot (Lotto Soudal) e Vicente Garcia de Mateos (Louletano – Hospital de Loulé).

A etapa foi bem rápida com os atletas terminando a primeira hora da prova com mais de 50 Km/h, mas as emoções ficaram mesmo para a subida do Malhão onde, aproveitand0-se da marcação entre os principais nomes da prova, Amaro Antunes atacou e não foi mais alcançado.

“Este é um lugar onde treino muito, conheço esta subida de olhos fechados. Sabia onde tinha de arrancar. Inicialmente, hesitei um pouco, contive-me e finalmente arranquei no momento certo. É especial ganhar em casa, é muito emotivo e algo que hoje, no hotel, sonhava. Amigos e familiares vieram para cá às cinco da madrugada para pintar a estrada e a única resposta que lhes tinha de dar, o único agradecimento possível, era chegar aqui em primeiro lugar. Foi muito bom chegar aqui com os aplausos do público. É algo que não vou esquecer tão cedo. Não é por acaso que temos aqui alguns dos melhores ciclistas do mundo, um pelotão de luxo e isso da ainda mais valor à minha vitória”, disse Amaro Antunes após a vitória.

Primoz Roglic conquistou a 43.ª Volta ao Algarve, uma edição especial, já que a prova foi categorizada como 2.Hc pela primeira vez e, também pela primeira vez, foi televisionada. Michal Kwiatkowski terminou em segundo e o francês Tony Gallopin ficou com o terceiro lugar geral. Amaro Antunes ficou em quinto lugar geral.

O campeão alemão, André Greipel (Lotto Soudal), foi um dos integrantes da fuga do dia, com o objetivo de garantir o primeiro lugar na disputa por pontos e deu certo. Outro integrante da fuga que acabou beneficiado foi o colombiano Juan Osorio (Manzana Postobón) que venceu como melhor escalador. O melhor jovem foi, pelo segundo ano consecutivo, foi o belga Tiesj Benoot (Lotto Soudal). A melhor equipe foi a Astana.

Veja os resultados finais da Volta ao Algarve:

Veja os últimos quilômetros da etapa:

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta