Giro da Itália: Polanc vence no vulcão Etna; Jungels pega Maglia Rosa

Saiba como!

Grande vitória para o Team UAE Abu Dhabi com o esloveno Jan Polanc que se manteve na fuga durante toda a etapa e que ao final também assumiu a liderança da categoria de melhor escalador da volta.

Para aqueles que esperavam um show de Nairo Quintana (Movistar) hoje, tiveram que se contentar com uma chegada extremamente tática no vulcão Etna. O esloveno Jan Polac (UAE-Abu Dhabi) resistiu na fuga desde o começo da etapa e conseguiu a maior vitória em sua carreira, em 2015 ele também havia vencido uma etapa de montanha no Giro (5a etapa), mas a etapa de hoje, com chegada no Etna, mostrou o enorme talento do jovem de apenas 25 anos.

Veja também: Lista de favoritos para o Giro d’Itália
Veja também: Lista oficial dos inscritos na centésima edição da prova
Acompanhe o Giro pela internet!

A largada da prova com os líderes na frente (TDWSport).

A camisa rosa saiu dos ombros do colombiano Fernando Gaviria (QuickStep-Floors) e foi para seu companheiro Bob Jungels, campeão nacional de Luxemburgo que veio para o Giro para brigar pela geral e até agora tem mostrado que está muito firme nesta longa jornada.

O líder Fernando Gaviria a bordo do trem da QuickStep-Floors (TDWSport).

A etapa foi marcada pela fuga dos ciclistas: Eugenio Alafaci (Trek-Segafredo), Jacques Janse Van Rensburg (Dimension Data), Jan Polanc (UAE Team Emirates), Pavel Brutt (Gazprom-Rusvelo). O pelotão manteve um passo constante durante toda a etapa e a fuga abriu mais de 8min. Com 50km para o final as equipes Bajrain-Merida, QuickStep e OricaScott encabeçaram o pelotão e o ritmo ficou mais forte, diminuindo consideravelmente o gap da fuga.

A fuga do dia com o italiano Eugenio Alafaci na ponta (TDWSport).

Na montanha final a Movistar colocou seus escaladores para trabalhar e a Astana tentava a sorte atacando, com Paolo Tiralongo e depois com Jasper Hansen, mas ambos foram anulados pelo pelotão que era liderado pelos gregários Ben Hermans (BMC), Kanstantin Sivtso e Franco Pelizotti (Bahrain-Merida).

Thomas bateu a chegada do grupo com os ciclistas da geral. Ninguém imaginava que a temida primeira etapa de montanha terminaria assim (TDWSport).

Os quilômetros iam se passando e nada de sair o temido ataque de Nairo Quintana, com isso, um grande grupo restou ao final, recheado pelos favoritos na geral. A politicagem foi tão grande que Mikel Landa (Sky) furou o pneu numa hora crítica e ainda conseguiu chegar no grupo, além disso, Ilnur Zakarin (Katusha) se envolveu num tombo no pé da subida e mesmo assim conseguiu retornar, atacar ao final e chegar em segundo. Zakarin foi o maior beneficiado da etapa!

O russo Ilnur Zakarin (Katusha-Alpecin) chegou em segundo na etapa (TDWSport).

Veja como foi a etapa:

Veja o 1km final:

Resultados

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta