Giro da Itália: Izagirre vence etapa agressiva

Saiba como!

Foram ataques em cima de ataques a etapa de hoje, Gorka Izagirre (Movistar) mostrou por que é considerado mais uma revelação do ciclismo espanhol que nesta temporada já havia mostrado que viria com tudo.
O irmão mais velho de Gorka, Ion Izagirre (Bahrain-Merida) já havia ganho uma etapa do Giro em 2012, e ambos são hoje grandes estrelas do ciclismo espanhol que vem despontando na atualidade. Ion será o líder da Bahrain-Merida no Critérium du Dauphiné em junho e provavelmente do Tour de France em julho, Gorka faz os mesmos passos do irmão mais velho e terá de sair da Movistar para ser líder em outra equipe, talento ele tem de sobra!

Veja também: Lista de favoritos para o Giro d’Itália
Veja também: Lista oficial dos inscritos na centésima edição da prova

Acompanhe tudo o que acontece no Giro d’Itália aqui.

Mais uma bela jornada pela Itália (TDWSport).

Essa foi uma etapa agitada, amanhã acontece mais uma chegada ao alto, no Blockhauss, o que deve chacoalhar a geral, mas mesmo assim ninguém quis economizar as forças hoje e muitos atletas foram ao ataque. Além da fuga principal do dia, tivemos um ataque surpresa de Mikel Landa (Sky) que finalmente quebrou o gelo dos GCs e partiu ainda quando faltavam 9km, ele foi alcançado poucos quilômetros depois, mas isso serviu de alerta que o espanhol está bem vivo na prova.

Questionado após a etapa sobre o porquê de ter atacado, Landa disse: “senti que as outras equipes haviam diminuído muito o ritmo, então decidi atacar. Isso não funcionou, mas estou feliz por ter tentado e pelas sensações serem boas”, disse o atleta basco que já foi terceiro geral no Giro, em 2015.

Mikel Landa (Sky) tentou atacar sem sucesso na etapa de hoje (TDWSport).

Além da fuga principal do dia era composta por: Giovanni Visconti (Bahrain-Merida), Gregor Mühlberger e Lukas Pöstlberger (Bora-hansgrohe), Davide Villella (Cannondale – Drapac), Branislau Samoilau (CCC Sprandi), Kristian Sbaragli (Dimension Data), Laurent Didier (Trek – Segafredo), Valerio Conti (UAE Team Emirates), Julien Amezqueta (Wilier – Selle Italia), Clement Chevrier (AG2R La Mondiale), Gorka Izagirre (Movistar) and Ivan Rovny (Gazprom – Rusvelo), que foram alcançados mais tarde por Luiz Leon Sanches (Astana) e mais dois ciclistas da Bardiani-CSF.

A escapada do dia (TDWSport).

A fuga não abriu muita diferença do pelotão que insistia em tentar buscá-los, mas a qualidade dos atletas na escapada do dia fazia com que qualquer esforço no pelotão fosse em vão. Ao final, e após n ataques, restaram Visconti, Izagirre, Conti e Sanches, eles se revezaram e aguardaram o ultimo km em subida para a decisão Na última curva Conti virou na frente, mas escorregou com a roda da frente e acabou caindo, Visconti e Sanches tiveram que frear e desviar, Izagirre aproveitou a chance e lançou um forte ataque, dali para os últimos metros ele foi só abrindo mais distância e não foi mais alcançado!

Jungels continua líder do #Giro100! (TDWSport).

O líder continua sendo Bob Jungels (QuickStep-Floors) que fez mais uma etapa sólida, sempre bem posicionado e em alguns momentos sua equipe dava aulas de posicionamento no pelotão quando haviam alterações na largura da estrada, um show! A equipe de Jungels ainda tem Fernando Gaviria como líder da Maglia Ciclamino (sprints), e não vai ser fácil tirar as camisas dos dois, ambos estão muito bem na prova e esbanjando preparo.

Team Astana aguardando mais uma dura etapa no #Giro100 (TDWSport).

Amanhã uma etapa com final explosivo e o pelotão encara novamente as montanhas. Não perca! 🙂

Melhore momentos:

Resultados

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta