Giro da Itália: Dumoulin mostra sua força em Oropa

Saiba como!
Esta matéria tem o apoio deBicistore
Bicistore.

Etapa rápida e com um final eletrizante. Com 131km e média de mais de 43km/h, hoje foi dia dos ciclistas testarem os nervos, o final na montanha de Oropa viu um Nairo Quintana agressivo, tentando deixar todos para trás. Mas foi a garra e a superação de Tom Dumoulin (Team Sunweb) que fizeram com que o atual líder vencesse, aumentando sua distância na classificação geral.

Antes da etapa, todos ainda tinha dúvida se Dumoulin teria forças para brigar com os escaladores quando chegasse os Alpes, pois hoje foi a etapa de abertura nos Alpes, lógico que não foi a mais dura delas, mas foi uma prova de que o holandês não está a toa com a Maglia Rosa, ele veio para tentar o título geral. A etapa de hoje ainda nos mostrou um valente Mikel Landa (Sky) que foi até o final com os ponteiros em busca de uma vitória, mas terminou no terceiro lugar. Ilnur Zakarin (Katusha) andou muito também e terminou na segunda colocação.

Veja também: Lista de favoritos para o Giro d’Itália
Veja também: Lista oficial dos inscritos na centésima edição da prova
Acompanhe tudo o que acontece no Giro d’Itália aqui.

A FDJ trabalhou muito para Thibaut Pinot hoje, mas o atleta francês sobrou quando Nairo Quintana atacou forte na montanha, mas conseguiu se recuperar e terminar na quinta colocação (TDWSport).

As equipes tiveram bastante trabalho na etapa de hoje, para manter os líderes livres de quedas e já evitando um possível corte no pelotão. Isso era importante, pois numa etapa inteiramente plana, mas com final na montanha, o posicionamento era importante, assim como manter as pernas com forças para o combate na escalada. A fuga do dia demorou 30km para sair, de modo que a movimentação na ponta do pelotão era bastante acirrada, todos queriam ficar na frente e felizmente nenhuma queda grava foi registrada.

A etapa era plana com um final na montanha. Antes de chegar na escalada a média estava em 50km/h! (TDWSport)

A Movistar fez um grande trabalho para Quintana que atacou pra valer nos quilômetros finais mostrando a atitude do astro colombiano. Quintana bem que tentou, mas foi alcançado por Dumoulin, Landa e Zakarin e assim foram até a chegada “batendo guidão”, a vitória de Dumoulin foi um duro golpe físico e psicológico para Quintana que agora percebeu que para vencer esse Giro será necessário muito mais trabalho do que o inicialmente imaginado.

A fuga do dia: Natnael Berhane (Dimension Data), Sergey Lagutin (GazProm-RusVelo) e o colombiano Daniel Martinez (Willier Trestina) (TDWSport).

Amanhã teremos uma nova etapa complicada na região onde acontece a clássica monumental Giro di Lombardia. Domingo é complicado para “gregariar” (ter apoio da equipe),pois os ciclistas estarão passando por ruas estreitas e subidas curtas e íngremes, verdadeiras paredes. Ciclistas com boa agilidade como Vincenzo Nibali podem tirar uma casquinha dos outros GCs e a Sunweb terá bastante trabalho para manter Tom Dumoulin bem protegido para entrar na última semana da competição com a vantagem que ele tem agora. Não perca! 🙂

Melhores momentos

Resultados

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta