Giro d’Itália: Bennett faz tudo certo e vence a sétima etapa

Saiba como!

Sam Bennett (Bora-Hansgrohe) enfim conquistou sua primeira vitória em um Grand Tour. Hoje, depois de se posicionar perfeitamente atrás do italiano, líder da camisa por pontos, Elia Viviani, ele partiu no momento certo para vencer a sétima etapa. Desta vez, Viviani (Quick-Step Floors) teve que se contentar com o segundo lugar, mas ele mantem a camisa Ciclamino. A diferença do italiano para o irlandês é de 78 pontos. Viviani tem 178 e Bennett tem 100.  

Giro d’Itália: Yates e Chaves fazem dobradinha sobrenatural!

Afinal, quem é o líder da Mitchelton-Scott?

Pozzovivo: um Giro montanhoso me privilegia!

Era a conquista que faltava para Sam Bennett. Depois de vencer etapas em provas como a Paris-Nice, Volta da Turquia e Paris-Bourges, finalmente veio a vitória que ele tanto perseguia. Depois de um segundo e três terceiros em 2017 e dois 3º lugares nas segunda e terceira etapas, em Israel, esse ano, aos 27 anos, o ciclistas da Bora-hansgrohe enfim vence em um Grand Tour.

E fazia tempo que um irlandês não conseguia a façanha de vencer no Giro. A última vitória foi do incrível Stephen Roche que venceu o a última etapa do Giro de 1987 sacramentando, também, sua vitória geral naquele ano.

O irlandês Stephen Roche durante o Giro d’Itália de 1987.

Em terceiro lugar ficou o Niccolo Bonifazio (Bahrein-Merida), que conseguiu passar por Sacha Modolo (Team EF Education First-Drapac p/b Cannondale) quase em cima da linha.

A classificação geral não sofreu alterações, Simon Yates (Mitcheton-Scott) permanece com a Maglia Rosa, seguido por Tom Dumoulin (Team Sunweb) e por seu companheiro de equipe Esteban Chaves.

A fuga de hoje foi formada por Davide Ballerini (Androni Sidermec), Markel Irizar (Trek Segafredo) e Maxim Belkov (Katusha Alpecin), que acabaram sendo neutralizados quando faltavam 15 km para o final.

A fuga: Davide Ballerini (Androni Sidermec) na frente, Markel Irizar (Trek Segafredo) e Maxim Belkov (Katusha Alpecin).

A partir daí a briga das equipes para colocar seus capitães em boas posições longe de acidentes e também seus velocistas no melhor lugar para disputa do sprint  começou e a calma não voltou mais enquanto não cruzaram a linha final.

A Scott-Michelton não teve muito trabalho para proteger o Maglia Rosa, Simon Yates.

Falando segundos após o final etapa, o vencedor Sam Bennett estava feliz por sua primeira vitória: “Me sinto aliviado com a primeira vitória em Grand Tour. Já estive tantas vezes no Giro. Com tantos velocistas rápidos, fiquei na roda de Viviani, mas não foi fácil vencê-lo! ”

O Maglia Rosa do Giro, Simon Yates, também falou sobre como foi defender pela primeira vez a sua liderança: “Foi um bom primeiro dia com a Maglia Rosa. Depois que a fuga saiu foi um pouco mais tranquilo, para nós, como equipe, foi perfeito. Um pouco estressante na final, como sempre, mas ok. Amanhã, se estiver com as pernas boas posso tentar alguma coisa.”

Acompanhe tudo o que acontece no Giro d’Itália aqui.

Vídeos

Sprint final:


Últimos 3 Km:

Highligths:

Resultados oficiais

Comentários