Tour de France: Alaphilippe ataca para a vitória e assume a camisa amarela!

Saiba como!

Esse Tour de France não poderia ter começado melhor para os franceses! Desde 2014 eles não tinham um ciclista com a camisa amarela, o último foi Tony Gallopin que, naquele ano, durou uma etapa com a camisa. Hoje, Julian Alaphilippe (Deceunick-QuickStep) atacou forte e não foi mais alcançado nesta etapa que parecia uma clássica dos Ardennes!

“Eu sonhei e batalhei, e hoje o sonho se realizou!”, dizia Alaphilippe sobre a camisa amarela, o manto sagrado do ciclismo mundial.

Julain Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep) solos to victory during stage 3 at the Tour de France
Julain Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep) solo, rumo à vitória e camisa amarela do Tour de France 2019 (Getty).

A etapa foi marcada pelo ritmo forte, com média final de 46km/h, e pelo calor que tem dificultado a vida dos ciclistas, dos organizadores e dos torcedores. Parece que a França virou uma espécie de ilha de calor que só perde para sertão nordestino e para o inferno, mas ainda há dúvidas de quem está em primeiro, segundo ou terceiro lugar nessa briga :p

Mike Teunissen lost his race lead during stage 3 at the Tour de France
Mike Teunissen (Jumbo-Visma) chegou aos prantos no final da etapa. Ele perdeu a camisa amarela (Getty).

A etapa foi marcada por uma fuga com a presença de ninguém menos do que Tim Wellens (Lotto-Soudal), que entrou na escapada do dia, talvez, incentivado por seu colega de quarto Thomas de Gendt, o qual tem conseguido grandes vitórias em escapadas solitárias. Wellens se uniu aos franceses Rosseto (Cofidis), Offredo (Wanty-Gobert), Delapace (Arkea-Samsic) e o estreante eno Tour, Paul Ourselin (Total Direct Energie).

Stephane Rossetto (Cofidis Solutions Credit) leads the breakaway during stage 3 at the Tour de France
A fuga do dia, liderada por Stephane Rossetto (Cofidis Solutions Credit) e composta ainda por Tim Wellens (Lotto-Soudal), Yoann Offredo (Wanty-Gobert), Anthony Delaplace (Arkea-Samsic) e Paul Ourselin (Total Direct Energie) (TDWSport).

Wellens decidiu atacar a fuga e ir embora sozinho na última hora de prova, mas sua vantagem não foi o bastante com o pelotão andando veloz, sendo puxado pela QuickStep e Astana. Wellens ainda viu de perto o ataque de Alaphilippe que o passou na fuga. O francês estava com tudo!

Alexey Lutsenko leads the Astana chase during stage 3 at the Tour de France
Alexey Lutsenko com a camisa de campeão cazaque no trem da Astana (Getty).

Alaphilippe atacou com 16km para o final, em uma dura e seletiva subida que havia quebrado o pelotão. O líder da prova Mike Teunissen (Jumbo-Visma) sofria para acompanhar os ponteiros e acabou sobrando em uma das subidas, seu sonho de manter a camisa amarela por mais uma etapa chegou ao fim.

Stage 3 at the Tour de France gets underway
A largada foi na Bélgica, mas a chegada foi na França 😉 (Getty).

O francês, por outro lado, seguia firme em busca da vitória e percebeu, ao ouvir no rádio da equipe, que a Le Maillot Jaune talvez era uma possibilidade. Por isso, acelerou mais forte ainda e tirando forças do além, não parou mais. na linha de meta ele comemorou muito com sua equipe e auxiliares. A França está em festa!

Michael Matthews wins the sprint for second ahead of Jasper Stuyven during stage 3 at the Tour de France
Michael Matthews venceu o sprint pelo segundo lugar (Getty).

A coisa começa a ficar séria na briga pela camisa amarela! Continue ligado em nossa cobertura nas redes sociais: Facebook, Instagram e Twitter para não perder nada sobre o Tour e outras novidades 😉

Vídeos

Último km:


Resumo:

Minuto Maillot Vert:

Câmera onboard:

Resultados