TOP 10 – Ciclistas que iniciaram em outros Esportes

Greg van Avermaet ostentando o seu ouro olímpico, conquistado aqui no Rio!

É muito comum no mundo do ciclismo alguns atletas variarem nas modalidades: Estrada, Pista, MTB, Ciclocross… Mas você sabia que tem diversos ciclistas que encontraram uma segunda opção ou até mesmo uma redenção no mundo dos esportes.

10 – Cameron Wurf

O Australiano Cameron Wurf, antes de sua carreira no ciclismo, era do remo. Nesse esporte foi campeão mundial sub-23, chegando até a disputar uma olimpíada representando sua nação em 2004. Competiu até 2006 no remo.

Em 2008 foi para o ciclismo. E nunca teve nenhum resultado muito expressivo. Tanto que durante sua carreira ciclistica, foi comum ele se afastar para disputar algumas provas de triatlo do tipo Ironman.

Cameron no Remo!

9 – Antwan Tolhoek

Filho do ex-ciclista Patrick Tolhoek, Antwan não queria ser ciclista. Iniciou nas corridas de patinação de velocidade. Chegando a ser até campeão mundial Junior da categoria.

Em 2015 foi convidado a participar de um training camp com a antiga equipe Tinkoff. E em 2016 foi pra equipe pro-continental holandesa Roompot. Hoje corre no Team Jumbo-Visma.

Tolhoek disputando uma prova na patinação de velocidade! Hoje em dia corre pela Jumbo-Visma, ajudando Rolig, Kruisjwijk e outros, nas montanhas

8  – Eric Heiden

Assim como Tolhoek, Heiden vem da patinação de velocidade. Eric acumulou 5 medalhas em olimpíadas de inverno, na modalidade. Heiden também acumulou diversos recordes nas distâncias de 1000m, 1500m e 3000m.

Em 1981 migrou para o ciclismo de pista e posteriormente para o ciclismo de estrada. Chegando a participar do Giro D’Italia e Tour de France.

Heiden fez bem mais sucesso na patinação de velocidade, do que no ciclismo

7 – Lance Armstrong

O maior anti-herói da história do ciclismo, também teve inicio em outro esporte. Lance, com 16 participava de provas de triatlo, competindo até 1990. Em 1992 migrou para o ciclismo, entrando para a equipe Motorola. Teve um início de carreira avassalador entre 1993 e 1995, quando foi acometido por um câncer testicular.

Lance voltou ao ciclismo em 1998, extremamente obcecado em vencer Tour’s de France. E bom, o resto é história.

Após encerrar a carreira no ciclismo, Lance voltou a disputar algumas provas de Triatlo

6 – Remco Evenepoel

A jovem promessa do mundo ciclístico que vêm mexendo com a cabeça dos fãs desde o ano passado, tem um passado no futebol. Isso mesmo, o jovem Remco Evenepoel começou muito cedo no mundo da bola. Com 5 já estava no Anderlecht, com 11 foi para academia de base do PSV Eindhoven, chegando as seleções de base da Bélgica.

Remco desfilando pelos gramados, hoje em dia é só no asfalto!

Mas com 17 anos, Remco teve algumas desilusões no futebol, indo para o ciclismo. E em 2018 ele já levou a prova de Estrada e Contra-Relógio do Campeonato Europeu Junior. Também foi campeão Nacional e Mundial Júnior, esse ano esta na Deceuninck-Quickstep.

5 – Hamish Bond

O neozelandês Hamish Bond coleciona medalhas com o Remo. 2x Campeão Olímpico e 8x campeão mundial. É exatamente o que a gente chama de ter sucesso na modalidade. Em 2016 anunciou uma pausa no remo para focar no ciclismo.

E em pouco tempo já foi campeão nacional e continental de Contra-Relógio Individual.

Hamish já fez muito sucesso no Remo, agora busca repetir a dose no Ciclismo!

4 – Michael Woods

O canadense Michael Woods, foi corredor de provasa de meia distância, chegando a estabelecer o recorde canadense na prova de 3km. Devido ao excesso de treinos e corridas, Woods fraturou o pé, sendo obrigado a largar a corrida a pé. Após a persuasão de alguns amigos, iniciou no ciclismo.

Começou em 2013 como profissional no ciclismo. Em 2016 ingressou na esquadra da Cannondale. Woods já venceu etapa na Volta da Espanha, foi segundo na Liege-Bastogne-Liege, terceiro no mundial.

Woods, quando ainda corria.

3 – Rebecca Romero

A inglesa é um caso realente raro. Inicialmente competia no remo, sendo campeã Mundial e Olímpica na modalidade.

Em 2006 foi pro Ciclismo de Pista, participando da olimpíada de Pequim. Rebeca também chegou a ser campeã Olimpíca e Mundial nessa disciplina.

Rebecca e o time britânico de remo!

2 – Greg van Avermaet

O belga nasceu em família de ciclistas, seu nome também é uma homenagem ao Norte-Americano Greg LeMond. Mas ele tomou um caminho diferente, ao menos no início da carreira nos esportes. Até os 17 anos, foi goleiro do time Beveren, da Bélgica.

Será que o Greg levava jeito no Futebol ?

Foi para o ciclismo com 22 anos. E hoje acumula títulos nas estradas, inclusive foi Medalha de Ouro nas Olimpíadas do Rio em 2016.

Greg van Avermaet ostentando o seu ouro olímpico, conquistado aqui no Rio!

1 – Primoz Roglic

O esloveno Primoz Roglic, iniciou a vida no mundo dos esportes com o Ski Alpino. A carreira no ski durou de 2003 a 2011, chegou até mesmo a ser campeão mundial Júnior. Mas sofreu uma queda que o fez largar o esporte.

Roglic enquanto ainda saltava com Ski!

Entrou para o ciclismo em 2012 para a Adria Mobil, em 2015 após vencer o Tour da Eslovenia ele foi contratado pela Lotto Jumbo. Roglic tem feito sucesso em provas de uma semana, vencendo Volta do Algarve, Volta ao País Basco, Tour da Romandia. É uma das esperanças do time para vencer um Grand Tour, sendo que já ficou em 4º no Tour de France.

Vídeo da queda de Primoz Roglic, durante uma competição em 2007

Sobre Estagiário 47 Artigos
Menos conhecido por Giovanni Santana, é graduando em Engenharia de Aquicultura (UFPR). Ciclista de fim de semana, entusiasta e corneta em tempo integral.