Cape Epic: Nino e Forster utilizam dupla 2 da Scott para vencer a quinta etapa e assumir a liderança

Etapa de ontem pegou fogo, infelizmente a dupla do brasileiro Avancini perdeu a liderança. Foto: Nick Muzik/Cape Epic
Saiba como!

A dupla da Scott, Nino Schurter e Lars Forster, recuperou a liderança do Cape Epic em um dia em que Andri Frischknecht (DSV-Scott-Sram), equipe 2 da Scott, foi fundamental.

Veja mais: Cape Epic: Nino/Forster vencem, mas Avancini/Fumic mantém a liderança

As fotos dessa matéria são um oferecimento de: https://www.cape-epic.com

A etapa de hoje foi uma verdadeira explosão de estrelas cadentes desde o início e no final deixou evidente que não há uma dupla mais forte que a da Scott-Sram.

Depois de perderem a liderança da Cape Epic na terceira etapa, Nino e Forster, utilizando-se da equipe número 2 em dois momentos decisivos da prova, reconquistaram a liderança e ainda colocaram mais 5 minutos na dupla da Cannondale, que segue agora em segundo na geral, apesar do quarto lugar na etapa de hoje.

Resultados da 5ª etapa do Absa Cape Epic:

1. PYGA Euro Steel (Philip Buys/Matthys Beukes) 04h19min29seg
2. Scott-Sram (Nino Schurter/Lars Forster: 04h19min30seg +1seg
3. Trek Selle San Marco (Damiano Ferraro/Samuele Porro) 04h25min44seg +6min14seg
4. Cannondale (Manuel Fumic/Henrique Avancini): 04h25min57seg +6min27seg

Pódio da etapa. Foto: Shaun Roy/Cape Epic

O resultado poderia ter sido diferente se não fosse a estratégia da Scott de se utilizar de Andri Frischknecht para primeiro colocar um ritmo alucinante no começo da etapa, quebrando todo grupo e deixando para trás, inclusive, seu parceiro de equipe (Frischknecht pode ser penalizado, dependendo se ele passou por qualquer ponto de controle com diferença superior a 2 minutos de seu parceiro, o sulafricano, Gert Heyns). Depois de conseguir deixar a dupla da Cannondale para trás, o trio formado por Nino, Forster e Frischknecht trabalhou junto até o momento em que Forster, mais uma vez, teve um pneu furado. Mas, dessa vez, diferente da terceira etapa, eles perderam pouquíssimo tempo. Frischknecht estava ali e de imediato passou sua roda para Forster continuar limitando qualquer prejuízo.

Frischknecht na ponta do grupo líder no início da etapa.

Resumindo: Frischknecht foi o encarregado de atacar e quebrar o grupo no trecho inicial da etapa, aproveitando-se da evidente fraqueza de Manuel Fumic e depois continuar colaborando sempre que podia no revezamento e caso houvesse necessidade, como houve, desempenhar papel de ajuda em qualquer eventual problema mecânico.

Momento crucial da prova: Frischknecht passa sua roda para Forster.

Com isso, o que poderia ter sido o adeus de toda vantagem ganha até o momento do furo, eles perderam apenas alguns segundos.

Na perseguição a dupla da Cannondale sofria com o baixo rendimento de Fumic, além de alguns tombos que também atrapalhavam.

Fumic e Avancini cairam durante a etapa, nada sério, mas com os nervos a flor da pele, qualquer tempo perdido deixa tudo mais difícil. Foto: Greg Beadle/Cape Epic

Pra piorar as coisas, depois do furo de Forster, a dupla da Scott encostou na dupla da PYGA Euro Steel (Philip Buys e Matthys Beukes), que havia acabado de deixar para trás a dupla da Kross, e começaram a trabalhar juntas aumentando a diferença para a dupla da Cannondale.

No quilômetro 44 a diferença já era de mais de 3 minutos, mas só crescia, chegando no final da etapa a mais de seis minutos.

Até o Nino empurrou! #issoaglobonaomostra Foto: Shaun Roy/Cape Epic

Nos quilômetros finais, já com a liderança reconquistada, a única dúvida que pairava no ar era se a dupla da Scott abria mão da vitória da etapa. Porém Philip Buys já correu de dupla com Nino e talvez isso somando-se a toda a ajuda durante a etapa tenha sido determinante para que Nino e Forster deixassem a vitória para Beukes e Buys.

Matthys Beukes comemora a vitória da etapa. Foto: Shaun Roy/Cape Epic

Com os resultados finais Forster e Schurter praticamente selaram a vitória geral da Cape Epic 2019. Restam 2 etapas, tudo pode acontecer, mas aparentemente uma mudança depende exclusivamente de um  problemas mecânicos.

Avancini e Fumic, no final do dia, acabaram até por desistir da briga pelo 3º lugar da etapa, deixando que a dupla da Trek Selle San Marco chegasse na frente. Talvez para não terem que passar por toda cerimônia de premiação e entrevistas e irem direto esfriarem a cabeça. Abaixo o vídeo do abraço dado por Avancini em Fumic no final da etapa:

Grand Masters

Na etapa de hoje o brasileiro Abraão Azevedo e seu parceiro, o holandês Bart Brentjens, correndo pela categoria Grand Masters venceram mais uma etapa com grande diferença. Foram mais de 25 min de vantagem para os segundos colocados. Eles tem agora mais de 1h10min de vantagem na geral da categoria.

Feminino

Entre as mulheres enfim uma derrota da dupla da Specialized. A dupla da Summit Fin, que está em segundo na geral, venceu quebrando a invencibilidade das líderes Annika Langvad e Anna van der Breggen. Van der Breggen sofreu uma queda e a dupla perdeu tempo. Apesar do susto elas continuam na liderança com vantagem de mais de 20 minutos sobre Lill e Morath da Summit Fin.

Lill e Morath em ação durante a etapa.

Resultados completos

Veja no site do Cape Epic os resultados completos das etapas: https://www.cape-epic.com/riders/the-2019-race/results

Vídeo

Assista tudo o que aconteceu na etapa aqui:

Próximas etapas da Absa Cape Epic 2019