Copa do Mundo de MTB 2019 começa amanhã em Albstadt!

A disputa mais emocionante do Mountain Bike Mundial está pra começar! Vamos conhecer um pouco mais sobre onde serão as etapas desse ano e quais são os principais nomes pra ficarmos de olho!

Esse ano a competição do Cross-Country Olímpico contará com 7 etapas no total e, em todas elas, assim como no ano passado, haverá a disputa do Short Track (XCC) que definirá a ordem de largada além de contar pontos para o ranking geral.

Lembrando que todo o campeonato, tanto do Cross-Country, como do Downhill, terá transmissão pelo site da RedBull TV.

Confira o cronograma de Albstadt na Red Bull TV:

Sexta (17): Short Track a partir das 12h20 (horário de Brasília)
Sábado (18): A partir das 11h (horário de Brasília)
Domingo (19): Final Feminina: 6h (horário de Brasília) / Final Masculina: 9h15 (horário de Brasília)
Narradora: Andrea Marcellini

Sabia mais sobre a narradora oficial, em português, das provas do MTB da RedBull TV aqui.

Relembre como foi a Copa do Mundo em Albstadt, em 2018.

Datas e Locais de todas as etapas:

Maio 18– 19: (XCO/XCC) Albstadt, Alemanha
Maio 25–26: (XCO/XCC) Nové Mesto, República Tcheca
Jullho 6–7: (DH/XCO/XCC) Vallnord, Andorra
Julho 13–14: (XCO/XCC/DH) Les Gets, França
Agosto 3–4: (XCO/XCC/DH) Val di Sole, Itália
Agosto 10–11: (XCO/XCC/DH) Lenzerheide, Suíça
Setembro 7–8: (XCO/XCC/DH) Snowshoe, Estados Unidos

Atletas para ficar de olho

FEMININO

Jolanda Neff


A Suíça de 26 anos, foi a campeã geral no ano passado, levando 3 das 7 etapas realizadas. Jolanda ainda levou o campeonato Europeu. Esse ano ela correrá pelo time da Trek. Seus cabelos loiros cacheados são inconfundíveis durante a transmissão, olho sempre atento nela.

Annika Langvad
A dinamarquesa veterana de 35 anos, foi a corredora que mais conseguiu bater a Neff, foram 2 vitórias. Apesar da idade avançada, Annika ainda tem muita lenha pra queimar e conta com muita experiência durante as provas, pode encrespar a disputa.

Kate Courtney


A atua campeã mundial, no auge de seus 24 anos, esse ano correrá pela equipe de Nino Schurter a Scott-Sram MTB Racing. Seu foco nos treinos são as olimpíadas do ano que vem em Tokyo. Kate não fez nenhum pódio nas etapas de copa do mundo do ano passado, mas esse ano promete estar na disputa em todas as etapas.

Emily Batty
Ano passado, a canadense teve a sua temporada mais constante, chegando assim ao seu melhor resultado. Emily apareceu no pódio em 4 oportunidades, concluindo a classificação geral com uma medalha de bronze. Emily tem um canal do youtube onde conta um pouco sobre seus treinos, dieta e algumas curiosidades sobre sua carreira, vale a pena acompanhar.

MASCULINO

Nino Schurter


Dispensa apresentações, o 7x campeão mundial, volta a disputa para defender o atual título geral. Ano passado o Suíço levou 4 das 7 etapas, foi o ano em que teve o menor domínio, o que aumenta as esperanças pra quem gosta de ver boas disputas e vários nomes diferentes levando as vitórias. Será que alguém consegue parar o Monstro esse ano ?

Henrique Avancini


Como é bom ver um nome brasileiro por aqui! Henrique Avancini surpreendeu o mundo ano passado, mostrando constância em todas as etapas, inclusive conquistando pódio em etapas de Cross-Country Eliminator. Henrique conseguiu fechar o ano em 4º colocado na Geral. Esse ano esperamos que as boas apresentações se repitam, que ele suba no caixote em alguma etapa de XCO e por quê não levar uma, não custa sonhar né?

Gerhard Kerschbaumer e Sam Gaze
Os únicos da nossa lista que bateram Nino Schurter no ano passado. O italiano Gerhard ainda colecionou diversos pódios nas etapas e vem com tudo pra essa temporada, querendo repetir o feito. Por outro lado, Sam Gaze sofreu um acidente na Cape Epic e perderá a abertura da Copa do Mundo.

Mathieu Van der Poel

A sensação Holandesa, Mathieu teve como foco até ano passado, o Cyclocross. Ano passado resolveu arriscar um pouco e competir também no MTB, resultado, foi destaque em quase todas as etapas, assustou o Nino, ainda subiu no pódio em 3 oportunidades. Esse ano, van der Poel já se destacou no Cyclocross, correu algumas provas na estrada, onde chamou MUITA ATENÇÃO, além de ganhar algumas e por fim vem disputar a Copa do Mundo de MTB XCO. Ele já afirmou que seu objetivo principal também são os jogos olímpicos de Tokyo.

Veja a bicicleta personalizada que o brasileiro, Henrique Avancini, usará:

Sobre Estagiário 51 Artigos
Menos conhecido por Giovanni Santana, é graduando em Engenharia de Aquicultura (UFPR). Ciclista de fim de semana, entusiasta e corneta em tempo integral.