Giro d’Itália: Wellens vence em etapa com estilo de clássica!

Saiba como!

Falou em etapa dura, com muitas curvas e subidas curtas e complicadas, pronto! Um belga tem chance de brilhar ali, foi impressionante a forma com que Tim Wellens (Lotto-FixAll) venceu hoje, com um timing perfeito, atacando no momento certo, sem dar chances para seus adversários!

A liderança do Giro continua com o australiano Rohan Dennis (BMC) que enfim correu com sua BMC pink.  Dennis começa a se fortalecer na liderança, ganhando confiança em seu próprio trabalho, assim como no de sua equipe, que vem fazendo uma bela defesa da Maglia Rosa. Em segundo segue o campeão de 2017, Tom Dumoulin (Sunweb), e, agora, em terceiro aparece Simon Yates (Scott), um cara que merece ser acompanhado de perto!

Giro d’Itália 2018: Tom Dumoulin começa como terminou, vencendo!

Giro d’Itália: 6 etapas imperdíveis

Caio Godoy (Funvic) está suspenso provisóriamente

Nos metros finais, Rohan Dennis se mantem no grupo da ponta e continua líder do Giro! Foto: Bettini Photo

A dura etapa na região da Sicilia, com largada em Catania e chegada em Caltagirone, tinha longos 202km de extensão. O ritmo foi intenso do começo ao fim e, em alguns momentos, era até estranho ver que algumas equipes queriam quebrar o pelotão, a fim de proporcionar alguma chance de vitória. Um exemplo disso foi a UAE, que colocou todos os seus gregários para acelerar o pelotão com 100km para a chegada, eles passavam por uma região montanhosa e cheia de curvas, a ideia seria deixar os favoritos em um eventual corte e assim aumentar as chances de Diego Ulissi (UAE) vencer a etapa. Mas o que ocorreu foi que a UAE se desgastou ao fazer isso e perdeu seus gregários, e apesar de conseguir um corte no pelotão, os favoritos continuavam no mesmo pelotão que eles, o tiro saiu pela culatra!

Giro d’Itália: Mesmo se for punido Froome não perderá seu resultado

Afinal, quem é o líder da Mitchelton-Scott?

Pozzovivo: um Giro montanhoso me privilegia!

Os italianos amam o Giro d’Itália”

Um dos grandes perdedores da etapa foi o “galático” Chris Froome (Sky), que perdeu 21 segundos e continua sofrendo efeitos da queda na etapa de abertura. A Sky ainda não se pronunciou sobre o desempenho de seu atleta, mas dúvidas já começam a surgir no ar.

Quem não estava bem posicionado para a rampa final acabou se dando mal. Foi o caso de Chris Froome. Foto: Bettini Photo

Amanhã os ciclistas enfrentam uma etapa parecida com a de hoje, sinuosa e com final em uma curta e dura subida, muitos GCs devem tentar resguardar as energias para a etapa de quinta, na qual eles terão de enfrentar o vulcão Etna, onde o primeiro “chacoalhão” na geral deve acontecer. Não perca!

Comentários da etapa:

Enrico Battaglin (LottoNL-Jumbo) – Terceiro na etapa 4

“Eu fiquei realmente perto da vitória, mas as corridas são assim. Eu procurei ir ao ataque no final e a sensação foi boa. Fiz o meu melhor para conquistar a vitória, mas não foi o suficiente.”

Tim Wellens (Lotto Fix All) – Vencedor da etapa 4

“Foi uma reviravolta essa etapa, o cabo torceu o dia todo, não foi tão fácil. No final, meus companheiros de equipe me levaram perfeitamente para a frente. Adam [Hansen] puxou muito e então Tosh [Van der Sande] estava puxando e foi ali que eu tinha que tomar cuidado para não ir muito cedo porque sabia que ainda estava longe. Eu tinha uma pequena vantagem e, assim, podia começar a subida com facilidade, depois fui a todo gás a 200 metros. ” (RAI)

Videos da etapa:

 

Acompanhe tudo o que acontece no Giro d’Itália aqui.

Resultados oficiais:

Comentários