A Clássica San Sebastian recebe agora a sua versão Feminina!

Saiba como!

A Clássica San Sebastian, ou Donostia no idioma local, ou até mesmo La Klasikoa. É uma prova de 1 dia, que percorre a belíssima região de San Sebastian e Irun, no País Basco. A prova masculina existe desde 1981, é realizada no verão, no primeiro final de semana de agosto. O maior vencedor é o espanhol Marino Lejarreta com 3 vitórias e o vencedor da última edição foi Julian Alaphilippe.

SAN SEBASTIAN, SPAIN – AUGUST 04: Arrival / Julian Alaphilippe of France and Team Quick-Step Floors / Celebration / Bauke Mollema of The Netherlands and Team Trek Segafredo / during the 38th Clasica de San Sebastian 2018 a 228,7km race from San Sebastian to San Sebastian / Donostia / Donostiako Klasikoa / on August 4, 2018 in San Sebastian, Spain. (Photo by Amaia Zabalo/Getty Images)

Os criadores e organizadores da prova, se reuniram na cidade de San Sebastian, com a presença ilustre de Julian Alaphilippe, foi apresentado a Clássica San Sebastian – Feminina. Com detalhes do percurso e data. Para os organizadores é uma forma de criar uma nova prova feminina de alto nível, mirando fazer parte do Wold Tour Feminino.

“O desejo é já realizar esse ano. Temos como objetivo alavancar o ciclismo feminino e também lutar pela igualdade e equidade nos esportes!”

A prova feminina terá cerca de 148km. Relatórios iniciais disseram que o percurso não passaria pelo alto do Jaizkibel, mas no perfil divulgado nas mídias, ela já aparece. Além disso a corrida passará pelas outras subidas já conhecidas dos homens como Zarautz, Arkale, Murgil Tontorra. Os trechos finais são pela orla da praia das Conchas em San Sebastian e acaba no centro da cidade.

Aqui segue um comparativo da Altimetria prevista para a prova feminina com a última edição realizada da prova masculina

Este slideshow necessita de JavaScript.

Annemiek van Vleuten, comentou sobre o potencial o da prova, que mantém características da prova masculina.

Sobre Estagiário 44 Artigos
Menos conhecido por Giovanni Santana, é graduando em Engenharia de Aquicultura (UFPR). Ciclista de fim de semana, entusiasta e corneta em tempo integral.