Clássicas dos Ardennes: saiba mais em nossa prévia!

Alaphilippe comemora sua quinta vitória no ano.
Saiba como!

Mal terminaram as clássicas de pavés e logo já começam as temidas provas que rolam na região dos Ardennes: Amstel Gold Race, Fleche Wallonie e Liege-Bastogne-Liege.

Os ciclistas que andam nestes dois tipos de clássicas são totalmente diferentes. Nas primeiras, com pavés (que incluem Paris-Roubaix, Tour de Flanders, Dwars Doors Vlanderen, Ghent Welvegen, entre outras), estão na briga os ciclistas maiores e mais pesados, pois as provas possuem poucas subidas, com a presença de Peter Sagan, Alexander Kristoff, Greg Van Avermaet, Olivier Naesen, e tantos outros que você acompanhou aqui no Digital Cycling.

Saiba tudo o que rolou nos Pavés com nosso Podcast:

Cornetacast – o Podcast sobre Ciclismo!

Ou veja nossa cobertura:

Paris-Roubaix: Philippe Gilbert se consagra com vitória monumental

Tour de Flanders: Bettiol venceu com ataque monstruoso no Oude Kwaremont

Mathieu Van der Poel brilha em sua temporada de clássicas

Dan Martin, Valverde e Kwiato no pódio da LBL 2017 (Getty).

Agora, começam as provas nos Ardennes, região montanhosa entre a Bélgica e a Holanda, na qual entram em cena os ciclistas escaladores e com aquele “punch”no final, que é aquela pancada na subida que poucos ciclistas são capazes de fazer, literalmente um sprint em subidas com mais de 10% de inclinação e que fazem parte das seções decisivas dessas clássicas.

Entre os ciclistas que estão na briga esse ano, temos: Alejandro Valverde (o maior vencedor nos Ardennes em atividade), Julian Alaphilippe (QuickStep), Michal Kwiatkowski (Sky), Romain Bardet (Ag2r), Daniel Martin (UAE), Michael Woods (Cannondale), e muitos outros.

Amstel Gold Race

Aqui vale tudo, tem sprinters na disputa, como Peter Sagan (Bora-Hansgrohe), Sonny Colbrelly (Bahrain-Merida), Michael Matthews (Sunweb), e muitos escaladores como Alejandro Valverde (Movistar), Jakob Fuglsang (Astana), Wilco Kelderman (Sunweb) e Romain Kreuziger (Dimension Data), além de muitos outros favoritos.  A prova também é famosa por ser a primeira das três clássicas dos Ardennes (região entre a Bélgica e Holanda) que acontece na mesma semana.

Alejandro Valverde (Movistar) atacando forte o grupo dos favoritos na Amstel Gold Race (Bettini).

Veja como foi:

2018: Amstel Gold Race: Valgren vence outra para a Astana #NaFuga

2017: Amstel Gold Race: como Philippe Gilbert venceu a prova

Vídeo da Amstel Gold Race 2018

Veja os melhores momentos de 2017:

Fleche Wallonie

Esperamos o duelo mais esperado do ano: Julian Alaphilippe x Alejandro Valverde! Esse duelo já aconteceu várias vezes, quando Alaphilippe ainda era um desconhecido nos Ardennes. O jovem francês foi segundo na LBL duas vezes, em 2015 e 2016, perdendo justamente para Valverde.

A partir de 2018, Alaphilippe venceu a Fleche-Wallonie em cima de Valverde, e muitos analistas dizem que o espanhol não é mais capaz de vencer o francês. É isso que queremos ver!

A Movistar vai armada até os dentes com o que tem de melhor: Landa, Anacona, Rojas, Amador, Betancur e Verona!

Pódio final Fleche Wallonne 2018.

Veja como foi ano passado!

Alaphilippe vence Fleche Wallonne depois de 4 vitórias consecutivas de Valverde

Flèche Wallonne: Veja os melhores momentos e o último quilômetro!

Liege-Bastogne-Liege

Perto de completar 39 anos (25 de Abril), Alejandro Valverde (Movistar Team) tentará, no Domingo (28/4), fazer história e se igualar à lenda Eddy Merckx com 5 vitórias na clássica monumento Liège-Bastogne-Liège.

Esse ano a prova duríssima com mais de 250km de sobe-desce, terá um final diferente. Tradicionalmente a prova terminava com uma dura subida que deixava o final dramático, digno de uma prova onde tudo pode acontecer. Esse ano a ASO parece ter se convencido de que quer que os ciclistas ataquem de muito longe, com um final descendo e que provavelmente deve levar a um sprint de um pequeno grupo no final.

Os belgas sabem como fazer uma clássica! (Getty)

Ano passado, Bob Jungels (QuickStep) levou a maior vitória de sua carreira ao vencer a prova escapado. Veja em nossa cobertura como foi abaixo.

Jungels venceu assim em 2018: escapado! (Getty)

Veja como foi:

Em 2018: Jungels venceu Liège-Bastogne-Liège de forma descomunal!

Em 2017: Liège-Bastogne-Liège: Valverde impressiona mais uma vez e está a uma vitória de igualar Eddy Merckx

Veja como foi o DRAMÁTICO último quilômetro de:

2018

2017